PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Construtor naval é acusado de fraude de US$ 3 bi na Índia

14/02/2022 12h42

Mumbai, 14 Fev 2022 (AFP) - O grupo indiano de construção naval ABG Shipyard foi acusado de fraudar o maior banco estatal e 27 outras instituições financeiras em mais de 3 bilhões de dólares, informou a principal agência federal de investigação.

De acordo com um comunicado emitido pelo escritório central de investigação (CBI), o ABG Shipyard supostamente fraudou 28 bancos no valor demais de 228 bilhões de rúpias.

Estima-se que o valor dessa fraude supere o do negociante de diamantes Nirav Modi, acusado em 2018 de fraudar vários bancos indianos em mais de 2 bilhões de dólares.

O CBI alegou ter vistoriado treze locais, que "permitiram a apreensão de documentos incriminatórios", e que sua investigação continua.

O ABG Shipyard, com sede no estado ocidental de Gujarat, é acusado de desviar fundos entre 2012 e 2017, inclusive quando seus credores tentaram salvar a empresa da liquidação.

Uma auditoria realizada pela firma internacional Ernst & Young, afirma que o banco privado ICICI teria perdido mais de 900 milhões de dólares no processo e o Banco IDBI, da seguradora LIC, que está prestes a abrir o capital, outros 500 milhões.

O State Bank of India (SBI) teria sofrido uma fraude de quase 400 milhões de dólares americanos.

O ABG Shipyard deixou de fazer pagamentos de empréstimos em 2013, antes de entrar na lista dos 12 maiores inadimplentes corporativos da Índia, quando o país promulgou sua primeira lei de falências em 2016.

A liquidação deste grupo empresarial foi determinada três anos depois, mas apesar de ter realizado quatro leilões, o seu patrimônio ainda não encontrou comprador.

ng/slb/lth/lum/age/mb/jc

STATE BANK OF INDIA

ICICI Bank