PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Wall Street fecha em leve queda, volátil por situação na Ucrânia

14/02/2022 20h23

Nova York, 14 Fev 2022 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou com resultados divergentes em uma sessão muito volátil, marcada nesta segunda-feira (14) pelas inquietações sobre a crise entre a Rússia e o Ocidente sobre a Ucrânia e pelos temores de altas futuras das taxas de juros pelo Federal Federal (Fed, banco central americano).

O Dow Jones fechou em queda de 0,49% a 34.566,17 pontos, em sua terceira sessão consecutiva no vermelho. O índice Nasdaq, predominantemente tecnológico, fechou em equilíbrio, a 13.790,92 pontos. Já o índice ampliado S&P 500 - das 500 maiores empresas cotadas na bolsa - fechou em queda de 0,38%, a 4.401,67 pontos, segundo resultados definitivos.

Os índices enfrentaram dificuldades para encontrar uma tendência. O Dow Jones chegou a perder 1% durante a sessão "em meio às preocupações geopolíticas entre os Estados Unidos, que advertiram para uma invasão russa iminente à Ucrânia, e o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, que sugere que a diplomacia segue sobre a mesa", explicaram analistas da Schwab.

Para Kathy Lien, do site Daily FX, os investidores "continuam céticos sobre a possibilidade de um acordo, o risco de um conflito continua muito elevado, daí o comportamento das ações", afirmou.

As perspectivas de alta das taxas de juros pelo Fed também preocupava os investidores.

Pouco antes da abertura de Wall Street, um membro do Fed afirmou que é preciso elevar as taxas de juros em um ponto percentual antes do início de julho - uma endurecimento mais severo do que o considerado até agora.

Entre a Ucrânia e o temor de que o Fed acelere o aumento de suas taxas de juros a partir do mês que vem, "as ações evoluíam na confluência de ventos contrários", resumiam analistas da Wells Fargo.

vmt/jum/cjc/llu/mvv

PFIZER

WELLS FARGO & COMPANY

LOCKHEED MARTIN

Novavax

CISCO SYSTEMS