IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Cuba permitirá depósitos de dólares em dinheiro, suspensos desde 2021

Rua em Havana, capital cubana - Vinícius Pereira
Rua em Havana, capital cubana Imagem: Vinícius Pereira

11/04/2023 07h41Atualizada em 11/04/2023 09h38

Cuba voltará a permitir depósitos em dinheiro de dólares americanos em seu sistema bancário, suspensos em 2021 devido às dificuldades causadas pelo embargo para levar as moedas arrecadadas ao exterior, segundo uma resolução do Banco Central publicada na segunda-feira (10) no Diário Oficial.

"A partir deste momento, as instituições financeiras e bancárias vão aceitar depósitos em dinheiro de dólares americanos em contas bancárias", diz uma resolução do Banco Central (BCC) publicada na segunda-feira em Diário da República.

A nova regra revoga uma emitida pelo BCC em junho de 2021, que proibia temporariamente os depósitos de dólares em dinheiro.

Naquele momento, as autoridades argumentaram que "as possibilidades de depósito de notas de dólares americanos arrecadadas em território nacional em bancos internacionais" estavam restritas, devido ao agravamento do embargo imposto por Washington.

Para o economista cubano Omar Everleny Pérez, as autoridades estão corrigindo uma má decisão porque "os dólares continuaram circulando no mercado clandestino e não entraram no circuito do governo".

O anúncio ocorre no momento em que Cuba passa por sua pior crise econômica em três décadas, com o agravamento da escassez de alimentos, remédios e combustível nas últimas semanas.

Em janeiro de 2021, o governo cubano implementou uma reforma monetária que desencadeou a desvalorização do peso cubano de 24 unidades por dólar para 120, à taxa oficial. No mercado clandestino é cotado a 185 pesos por dólar.

Essa desvalorização da moeda foi acompanhada por uma inflação descontrolada de 70% em 2021 e 39% em 2022.