Banco da Inglaterra mantém taxas de juros em 5,25%

O Banco da Inglaterra (BoE) manteve, nesta quinta-feira (14), suas taxas de juro em 5,25%, considerando que as pressões inflacionárias persistem, e advertiu que as taxas de referência se manterão em um nível elevado "por um período prolongado". 

"A política monetária deve continuar sendo bastante restritiva durante um tempo suficiente para voltar à meta de inflação de 2% no médio prazo", explicou a instituição na ata de sua reunião.

A expectativa é atingir essa meta "até o final de 2025", completa o texto.

A inflação caiu para 4,6% interanual em outubro, no Reino Unido, mas permanece bem acima da meta de 2% estabelecida pelo Banco Central britânico. 

"Hoje decidimos manter as taxas de juro em 5,25%. Percorremos um longo caminho este ano, e os sucessivos aumentos das taxas ajudaram a reduzir a inflação em mais de 10%, em janeiro, para 4,6%, em outubro. Mas ainda há um caminho a percorrer", disse o governador do BoE, Andrew Bailey. 

Desde o início de seu ciclo de elevação das taxas de juro, em dezembro de 2021, a instituição monetária fez 14 ajustes monetários consecutivos antes de fazer uma pausa, desde setembro, mantendo o valor de 5,25%. 

lul/ved/psr/an/acc/tt

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes