Petróleo segue em alta com tensões no Mar Vermelho

O petróleo prosseguiu em sua trajetória de alta nesta quarta-feira (20), influenciado pelas tensões no Mar Vermelho, mas o aumento dos estoques nos Estados Unidos atenuou a elevação dos preços. 

O barril Brent do Mar do Norte, negociado na Europa para entrega em fevereiro, subiu 0,59%, para 79,70 dólares. 

Seu equivalente americano, o West Texas Intermediate (WTI), também para entrega em fevereiro, avançou 0,37%, para 74,22 dólares. 

A trajetória ascendente dos preços segue "alimentada pelas perturbações no Mar Vermelho e o aumento do risco geopolítico no Oriente Médio", apontaram os analistas do DNB Markets.  

É provável que essas tensões interrompam o fornecimento e aumentem os custos de transporte dos hidrocarbonetos.  

Na terça-feira, os rebeldes huthis do Iêmen, apoiados pelo Irã, afirmaram que seguiriam atacando embarcações "vinculadas a Israel", que está em guerra com o movimento islamista palestino Hamas após o ataque deste grupo contra o território israelense em 7 de outubro. 

Contudo, os riscos geopolíticos sobre os preços viram-se atenuados pelo aumento das reservas semanais de petróleo nos Estados Unidos, que registraram crescimento na semana passada, contrariando as expectativas dos analistas, segundo os dados publicados pela Agência de Informação de Energia americana (EIA). 

Na semana encerrada em 15 de dezembro, os estoques cresceram em 2,9 milhões de barris, enquanto os analistas previam a queda de uma quantidade similar. 

lul-vmt/rhl/gm/atm/ag/rpr/ic

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes