PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Amazon: Quem é Andy Jassy, que vai substituir Jeff Bezos no comando da gigante digital

Daniel Thomas - Da BBC News

04/02/2021 19h24

Jeff Bezos deve deixar o comando da Amazon antes do fim deste ano. Ele entregará as rédeas da gigante do varejo digital a um executivo pouco conhecido do público em geral.

Mas Andy Jassy, de 53 anos, é um confidente próximo a Bezos e é considerado fundamental no sucesso recente da empresa de tecnologia.

Confira cinco fatos sobre Jassy:

1. Ele esteve na Amazon desde o início

Criado na cidade de Scarsdale, no Estado de Nova York, Jassy chegou à Amazon em 1997, três anos após a fundação da empresa.

"Fiz minha última prova na Harvard Business School na primeira sexta-feira de maio de 1997 e comecei na Amazon na segunda-feira seguinte", disse Jassy a um podcast da escola de negócios em setembro.

"Eu não sabia qual seria meu trabalho ou qual seria meu cargo. Mas era superimportante para a equipe da Amazon que estivéssemos lá na segunda-feira."

Depois de trabalhar como assistente técnico de Bezos, ele criou em 2006 a divisão de computação em nuvem da companhia, a Amazon Web Services (AWS), que se tornou bastante bem-sucedida sob sua liderança.

Jassy tem sido apontado como um possível sucessor de Bezos há algum tempo. Mas foi declarado como o herdeiro do executivo pelo Washington Post em setembro, quando Jeff Wilke, diretor da divisão de consumo da Amazon, anunciou sua aposentadoria.

2. Ele apoia causas sociais

Diferentemente de Bezos, Jassy ocasionalmente se posiciona quanto a questões sociais. Em setembro, ele tuitou sobre a necessidade de responsabilização da polícia depois que Breonna Taylor, uma mulher negra, foi morta a tiros em sua casa por policiais brancos durante uma batida policial malsucedida.

"Se os departamentos de polícia não forem responsabilizados pelo assassinato de pessoas negras, nunca teremos justiça e mudança", escreveu.

O executivo também é um apoiador das causas LGBTQ e de uma reforma das leis americanas de imigração, mas causou controvérsia ao defender a venda de softwares de reconhecimento facial da Amazon para a polícia e governos estrangeiros.

Questionado no ano passado sobre as questões éticas envolvidas, ele disse ao programa televisivo Frontline que os usuários da tecnologia devem se responsabilizar por seu uso. "Se eles a utilizarem de forma irresponsável, devem ser responsabilizados."

3. Ele ajudou a tornar a divisão de computação em nuvem da Amazon gigante

Não é segredo que a Amazon Web Services é o motor de lucro da Amazon. E Jassy foi fundamental para esse sucesso.

A divisão de computação em nuvem da empresa tem uma fatia majoritária de 30% do mercado, provendo soluções de armazenamento de dados para companhias como McDonald's e Netflix.

Mas a AWS também enfrenta a competição crescente de outras gigantes, como a Alphabet, dona da Google, e a Microsoft.

"O histórico de Jassy na direção da AWS mostra o quanto esses serviços são importantes para a estratégia de negócios da Amazon", diz Tom Johnson, diretor de transformação da agência de mídia Mindshare Worldwire.

4. Ele ama música e esportes

Casado e pai de dois filhos, Jassy é um grande fã de música. Em eventos corporativos ele é acompanhado por uma banda ao vivo, e ajuda a escolher as canções tocadas.

Ele também gerenciou uma banda de Boston antes de trabalhar na Amazon e diz ter uma "paixão particular" por descobrir novos artistas.

"Desde a minha juventude, fui a muitos shows. No ensino médio, eu gostava muito dos Rolling Stones, Bruce Springsteen, Elvis Costello e Traffic", disse ele ao portal de notícias de tecnologia CRN.

"Na faculdade, de Guns N' Roses e Cult. Após a faculdade, Black Crowes, Alice in Chains, Soundgarden, Pearl Jam, Nirvana, Shawn Mullins, Willy Porter e Shawn Colvin se juntaram a essa lista."

Jassy também é um amante dos esportes e tem uma participação minoritária em seu time local de hóquei, o Seattle Kraken, junto ao produtor de televisão e cinema Jerry Bruckheimer e ao investidor bilionário David Bonderman.

5. Sua fortuna é estimada em US$ 394 milhões

O trabalho de Jassy na Amazon tem sido recompensado e sua fortuna foi estimada em US$ 394 milhões (R$ 2,15 bilhões) em novembro de 2020.

Não está claro qual será a remuneração dele como executivo principal da Amazon, mas provavelmente deverá ser muitas vezes maior do que seu salário atual.

Conforme um perfil feito pela Business Insider no ano passado, Jassy é querido por seus colegas e considerado como fácil de se lidar. Mas ele não chegou onde está hoje sendo bonzinho.

"Se você não chegar preparado a uma reunião com ele e, especialmente, se tentar disfarçar seu despreparo com conversa mole, ele vai perceber e vai deixar isso claro", disse Scott Chancellor, um ex-diretor da AWS ao portal de notícias.

"Quem não der o seu melhor numa dessas reuniões não tem uma segunda chance, pelo menos não por muito tempo."

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=lU6LCAuUUpo

https://www.youtube.com/watch?v=_DDsK_uAzvg

https://www.youtube.com/watch?v=gPVBKj9h2kc