Cinco coisas que vão dar o que falar hoje

Lorcan Roche Kelly

(Bloomberg) - Hoje será publicado o relatório de empregos, as ações estão se recuperando (um pouco) e a Saudi Aramco confirmou uma possível abertura de capital. Eis alguns dos assuntos que vão dar o que falar nos mercados nesta manhã.

Relatório sobre empregos

Com todas as emoções dessa semana, talvez as pessoas tenham esquecido que o relatório sobre empregos será publicado hoje. Às 8h30, horário de Nova York, o Órgão de Estatísticas sobre Emprego dos EUA publicará o primeiro relatório sobre empregos de 2016. Os mercados projetam uma mudança líquida de 200.000 empregos e que a taxa de desemprego continue em 5 por cento. Se os números satisfizerem ou superarem as expectativas, eles ficarão tranquilos com a solidez da economia dos EUA, mas uma decepção aumentaria o nervosismo em um mercado que já está desgastado pelo começo difícil de 2016.

Crise, que crise?

As ações do Shanghai Composite Index da China fecharam com uma alta de quase 2 por cento após uma sessão volátil, a primeira sem ativar os circuit breakers lançados - e rapidamente abandonados - recentemente. A recuperação das ações chinesas levantou os mercados globais, mas o impulso desapareceu. O Stoxx Europe 600 Index eliminou os ganhos. Os futuros dos EUA tinham registrado uma alta de 1 por cento durante a manhã, mas subiam apenas 0,38 por cento às 6h50, horário de Nova York.

Commodities recuperam parte das perdas

O West Texas Intermediate a ser entregue em fevereiro chegou a subir US$ 1,07, para US$ 34,34 por barril na New York Mercantile Exchange, mas cedeu esses ganhos e era negociado sem mudanças às 11h03, horário de Londres. Os futuros do cobre se recuperaram e chegaram a US$ 2,0225 por libra depois de terem caído ontem para menos de US$ 2 pela primeira vez desde 2009. O ouro, uma commodity que começou bem o ano, está perdendo algumas dessas altas hoje. O metal precioso registrava uma queda de 1,1 por cento e voltou a ficar abaixo de US$ 1.100 por onça.

A empresa mais valiosa do mundo?

A Arábia Saudita confirmou em um comunicado que está cogitando abrir o capital da maior petrolífera do mundo, a Saudi Arabian Oil Co., também conhecida como Aramco. A ideia foi divulgada pela primeira vez por Mohammed bin Salman, o vice-príncipe herdeiro do reino, em entrevista a The Economist. Com base nas reservas, o valor da empresa poderia ser de US$ 2,5 trilhões, mas alguns analistas estão perplexos com o momento escolhido para o anúncio.

Dados fabris da Alemanha

O único ponto positivo para os mercados nesta semana foram os dados econômicos da Europa, que vem mostrando resiliência. Hoje, junto com a recuperação dos mercados, chega também uma reviravolta nos dados da zona do euro. A produção industrial alemã para novembro caiu inesperadamente 0,3 por cento, muito abaixo das estimativas de um aumento de 0,5 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos