Bolsas

Câmbio

Marcelo Kayath deixa Credit Suisse no fim de março

Cristiane Lucchesi

(Bloomberg) -- Marcelo Kayath, chefe de renda fixa e ações para a América Latina do Credit Suisse Group AG, pretende sair do banco no fim de março.

Kayath, que trabalhou no Credit Suisse durante cerca de 20 anos, está deixando o banco por razões pessoais, de acordo com informações de um memorando interno enviado aos funcionários na quinta-feira. Suas funções no Brasil serão acumuladas pelo presidente do Credit Suisse no Brasil, José Olympio Pereira. Na América Latina, ele será substituído por Eraj Shirvani, chefe do grupo de mercados emergentes.

O CEO do banco com sede em Zurique, Tidjane Thiam, que assumiu o cargo em junho com o objetivo de reconquistar a confiança dos investidores no banco, revelou uma nova estratégia em outubro para aumentar o foco na Suíça e na gestão de patrimônio na Ásia e reduzir a unidade de ações. O Credit Suisse está recuando em alguns mercados como consequência das pressões causadas por requisitos de capital mais rigorosos e pelas taxas de juros mais baixas da história.

As ofertas acionárias caíram 48 por cento na América Latina no ano passado, recuando para US$ 9,98 bilhões, e a emissão de títulos de dívidas caiu 35 por cento, para US$ 141,3 bilhões, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

O colunista do jornal O Globo Lauro Jardim informou na quinta-feira que Kayath tinha saído do banco, sem informar onde conseguiu a informação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos