Bolsas

Câmbio

Cinco coisas que vão dar o que falar hoje

Lorcan Roche Kelly

(Bloomberg) - Não há trégua para o petróleo, a China saiu em defesa do yuan e o Goldman disse que o dia de comprar ações vai chegar. Eis alguns dos assuntos que vão dar o que falar nos mercados nesta manhã.

Petróleo volátil

Tanto o petróleo bruto WTI quanto o Brent caíram para menos de US$ 31 por barril nesta manhã antes de se recuperarem e serem negociados a US$ 31,25 e US$ 31,62, respectivamente, às 10h53, horário de Londres. Emmanuel Kachikwu, ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos da Nigéria, disse que a OPEP tentará adiantar para março uma reunião agendada para julho na tentativa de coordenar a reação do grupo ao colapso dos preços. As bolsas dos países produtores de petróleo do Golfo Pérsico voltaram a cair. O QE Index do Catar caiu para o nível mais baixo desde setembro de 2013.

Defesa do yuan

A China intensificou a defesa do yuan, comprando a moeda em Hong Kong e desencadeando um aumento recorde nas taxas do mercado monetário da cidade, o que empurrou a taxa overnight no mercado interbancário para 66,82 por cento. "Uma taxa de 66 por cento é infernal para os outros que estão sendo varridos por isso sem especular", disse Michael Every, diretor de pesquisa sobre mercados financeiros do Rabobank Group. A intervenção chinesa não convenceu todos: a Pacific Investment Management Co. disse que o yuan continuará caindo.

Ganho do iene

Em meio a toda a turbulência na China, o iene japonês começou este ano com força pelas apostas nele como refúgio seguro. Agora, a moeda apresenta o maior excesso de compra frente ao dólar desde 2011, segundo um indicador da direção futura do iene.

Goldman recomenda comprar ações - só que ainda não

Christian Müller-Glissmann, do Goldman Sachs Group Inc., diz ser neutro em relação às ações atualmente, mas o momento de comprar ações vai chegar se a depressão encabeçada pela China provocar mais declínios nos preços das ações globais. O Shanghai Index da China fechou com uma alta de 0,2 por cento e, na Europa, o Stoxx 600 registrava uma alta de 1,6 por cento às 11h17, horário de Londres. Enquanto isso, o Nasdaq está na pior sequência de perdas desde janeiro de 2008. O índice poderia acabar com ela hoje, contudo, porque atualmente os futuros estão apontando para ganhos sólidos.

Libra esterlina cai para cotação mais baixa desde 2010

A libra esterlina caiu frente às outras dezesseis moedas de importância e atingiu a cotação mais baixa frente ao dólar desde junho de 2010 depois que o Instituto Nacional de Estatísticas, com sede em Londres, disse que a produção industrial caiu inesperadamente 0,7 por cento em novembro. Uma libra comprava US$ 1,4430 às 11h35, horário de Londres. A precificação atual do mercado sugere que as probabilidades de que o Banco da Inglaterra aumente as taxas de juros em 2016 caíram para apenas 31 por cento.

Título em inglês: 'Five Things Everyone Will Be Talking About Today'

Para entrar em contato com o autor:

Lorcan Roche Kelly, em Dublin, lrochekelly@bloomberg.net

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos