Delta passa United e se torna nº 2 nos EUA atrás da American

Michael Sasso

  • Erik S. Lesser/EPA/Efe - 30.abr.2007

(Bloomberg) -- A Delta Air Lines Inc. ultrapassou a United Continental Holdings Inc. e se tornou a segunda maior empresa aérea dos EUA, superando sua rival pela primeira vez desde que uma série de fusões transformou o cenário do setor.

A Delta atualmente está atrás apenas da American Airlines Group Inc. como maior empresa aérea do país em termos de tráfego, uma medida comum do tamanho da transportadora, segundo as empresas aéreas. Uma parte do ganho da Delta pode ser atribuída aos desafios enfrentados pela United na fusão com a Continental Airlines, disse Adam Hackel, analista associado da Sterne Agee CRT.

"A realidade é que a Delta oferece um serviço melhor e um produto melhor que a United", disse Hackel. "A primeira coisa que pensei é que hoje as pessoas provavelmente preferem voar pela Delta".

A United registrou 208,6 bilhões em passageiros-milhas transportados (RPM, na sigla em inglês), um critério de tráfego do setor que multiplica o número de passageiros pela distância percorrida, disse a empresa em um comunicado, na segunda-feira (11). A Delta registrou 209,6 bilhões em RPM em 2015, disse a empresa com sede em Atlanta na semana passada.

O tráfego aéreo é uma forma comum de medir o tamanho das empresas. A receita e o número de passageiros também são usados como indicadores.

A United disse também que a receita por assento por quilômetro rodado, uma das principais medidas usadas pelas empresas aéreas, caiu mais do que o previsto no quarto trimestre. A receita da unidade teve uma queda de 6,25%, acima da projeção anterior, de não mais de 6%.

A American não divulgou seu tráfego de dezembro, nem o de todo o ano de 2015, embora a empresa aparentemente esteja caminhando para manter sua liderança. Até novembro, a empresa aérea havia registrado 204,7 bilhões de RPM.

Representantes da United e da Delta não responderam imediatamente aos pedidos de comentário.

Crescimento no Brasil

O crescimento da Delta nos EUA e no exterior, em países como o Brasil, pode ter proporcionado uma vantagem à empresa em relação à United, disse Savanthi Syth, analista da Raymond James Financial, em setembro, quando a Delta ganhava terreno. Como o tráfego é calculado com uso da distância dos voos, o crescimento no exterior pode melhorar a posição da empresa aérea, disse ela.

Apesar de a United ter registrado ganhos de desempenho no quesito pontualidade no ano passado, a empresa aérea continua lidando com as consequências de sua fusão com a Continental, realizada em 2010, disse Hackel. A nova empresa aérea teve diversas falhas de computadores que resultaram em voos cancelados e lidou com persistentes impasses trabalhistas, entre os quais o fato de não conseguir colocar comissários das duas empresas a bordo sob um único contrato.

A United queria expandir-se na China e em outros lugares, mas "ainda não está em posição de fazer isso", disse ele. A fusão suave da Delta com a Northwest Airlines em 2008, em contrapartida, provavelmente tenha lhe permitido construir um novo hub para voos asiáticos em Seattle, disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos