Bolsas

Câmbio

Homem mais rico da China compra produtora do 'Godzilla'

Bloomberg News

  • Divulgação/Warner Bros

(Bloomberg) -- O bilionário Wang Jianlin está prestes a se tornar o primeiro chinês a controlar uma empresa cinematográfica de Hollywood. O homem mais rico da Ásia acertou a compra da coprodutora de "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" por US$ 3,5 bilhões em dinheiro.

A aquisição da Legendary Entertainment, que tem sede em Burbank, Califórnia, pela Dalian Wanda Group Co., controlada por Wang, marca a maior "aquisição cultural" internacional da China, segundo um comunicado conjunto. Além disso, abre caminho para a criação da maior empresa cinematográfica do mundo em receita, disse Wang no comunicado.

A produtora da trilogia "Batman - O Cavaleiro das Trevas" e de "Godzilla" prepara o caminho para que a China aumente sua influência sobre os filmes comerciais americanos, levando o país além das participações especiais de atores chineses. Para Wang, o negócio é o último exemplo que ressalta suas ambições de expandir um próspero império de entretenimento que possui a segunda maior rede de cinemas dos EUA e que está construindo o maior estúdio com parque temático do mundo.

"Trata-se de um ativo que ele está conseguindo comprar e ele tem dinheiro para fazer isso", disse Peter Schloss, fundador da CastleHill Partners em Pequim. "A empresa tem alguns filmes de ação famosos e não tem muito histórico, como outros estúdios, em termos de filmes politicamente delicados".

O apoio de Wang dá à Legendary, que é liderada pelo fundador Thomas Tull, acesso aos recursos necessários para a produção de filmes como as sequências das franquias "Círculo de Fogo" e "Godzilla". Em 2014, a Legendary captou US$ 250 milhões em ações da japonesa SoftBank Group Corp., e, no ano passado, circulou a informação de que a empresa estava negociando um empréstimo de até US$ 700 milhões.

Tull, que continuará como presidente do conselho e CEO da Legendary, vem tentando uma expansão na Ásia com a Legendary East e em 2013 assinou um contrato com a China Film Co. para a produção conjunta de filmes em grande escala para audiências internacionais, como "The Great Wall", que será estrelado por Matt Damon.

Indústria "sem limites"

A Wanda começou a construir cinemas há cerca de uma década em uma incursão em uma indústria cultural que segundo Wang "não tem limites" sobre a influência da marca e a lucratividade. No ano passado, o grupo chinês financiou sua primeira produção norte-americana, "Nocaute", da Weinstein Co.

A Legendary se unirá ao crescente portfólio global de entretenimento de Wang, que já inclui a AMC Entertainment Holdings Inc., a Infront Sports Media AG e uma participação na equipe de futebol espanhola Club Atlético de Madrid. Em 2014, a Wanda comprou terrenos em Beverly Hills, classificando o complexo de US$ 1,2 bilhão que planeja erguer ali como seu "primeiro passo importante em Hollywood".

Wang disse em uma entrevista coletiva de imprensa, nesta terça-feira, que está procurando comprar ativos cinematográficos na Europa, mas que espera o momento certo porque os preços estão altos demais. A Wanda está adquirindo a "vasta maioria" da Legendary e Tull manterá uma participação. Wang, cuja fortuna é estimada em US$ 31 bilhões pelo Bloomberg Billionaires Index, disse que iniciará o processo de busca de uma oferta pública inicial de sua produtora de filmes em breve.

Negócios futuros

Ele também sugeriu a possibilidade de negócios maiores mais adiante.

"Talvez em um futuro não muito distante tenhamos uma cerimônia ainda maior", disse Wang. "Talvez compremos alguma grande empresa ou grupo de entretenimento. Certamente algo assim pode vir a acontecer".

Na China, que segundo previsão dos analistas ultrapassará os EUA e se tornará a maior bilheteria do mundo nos próximos anos, os interesses de Wang no ramo do entretenimento abrangem desde cinemas até produção de filmes e parques temáticos. As receitas da empresa aumentaram 46% em 2015, para 51,3 bilhões de yuans (US$ 7,8 bilhões), e ultrapassaram a ampliação da receita total do grupo, de 19%.

Embora o crescimento da empresa de entretenimento possa ter se destacado nos últimos tempos, a Wanda Group de Wang é um império vasto e diversificado, com 634 bilhões de yuans em ativos e 290,2 bilhões de yuans em receita. Seu maior negócio é o imobiliário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos