PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

BlackRock investe com cautela no Brasil

Sabrina Willmer

01/04/2016 15h05

(Bloomberg) -- Rick Rieder, diretor de investimentos em renda fixa global da BlackRock, afirmou que a instituição "colocou o dedão do pé" no Brasil, em meio à disparada do real e dos ativos de renda fixa.

Em algum momento o Brasil vai flexibilizar a política monetária e os juros estão bastante atraentes, contanto que a economia não trabalhe em ritmo de contração de 4 por cento, afirmou Rieder à Bloomberg Television. O real se valorizou neste ano com o aumento das chances de impeachment da Presidente Dilma Rousseff e especulações de que um novo governo poderia ajudar o crescimento da economia.

"É preciso um pouco de cautela em relação ao Brasil", ele disse. "Mas colocamos um dedão do pé e sempre existe o risco de perder esse dedão."

Rieder afirmou que a decisão da China de não desvalorizar significativamente a moeda e também o aumento da alavancagem para promover a expansão da atividade são favoráveis a mercados emergentes que abastecem a segunda maior economia do mundo. Segundo ele, os ativos do México estão subvalorizados e a BlackRock aumentou as apostas na Indonésia.

"A esperança é que, se a China ficar estável - e eu acho que as pessoas subestimam o quanto isso é importante para o Brasil e outras economias - o paradigma de crescimento se estabiliza e melhora a partir daqui", disse Rieder.

Título em inglês: BlackRock's Rick Rieder Says Firm Has 'Dipped a Toe' in Brazil

Para entrar em contato com o repórter: Sabrina Willmer em Boston, swillmer2@bloomberg.net, Para entrar em contato com os editores responsáveis: Telma Marotto tmarotto1@bloomberg.net, Patricia Xavier

©2016 Bloomberg L.P.

PUBLICIDADE