Bolsas

Câmbio

Chinesa investe em jogos para ocupantes de carros autônomos

Ma Jie

(Bloomberg) -- Depois que o maior portal de buscas da China e a proprietária da empresa de esportes on-line de mais rápido crescimento do país fizeram incursões separadas no segmento de carros autônomos na China, uma produtora de jogos para dispositivos móveis acaba de entrar na festa.

A Youzu Interactive, que tem entre seus jogos de maior sucesso "Junior Three Kingdoms", planeja fechar parceria com uma fabricante de veículos elétricos para produzir um SUV para venda em 2018. Ao investir em carros agora, a Youzu está abrindo seu caminho em direção à oferta de jogos, vídeos e outros conteúdos on-line que os ocupantes dos veículos cada vez mais autônomos vão querer no futuro.

"Haverá um dia em que os humanos serão liberados da chatice de dirigir para fazerem outras coisas", disse Chen Fan, diretor de investimento da Youzu, em entrevista. "Em vez de esperarmos a chegada desse dia, nós precisamos encontrar uma fabricante de carros parceira para estabelecer um relacionamento de longo prazo agora".

As empresas de internet estão aplicando computação de nuvem, big data e inteligência artificial à indústria automotiva, procurando fabricar carros que são aparelhos conectados e são mais do que simples meios de transporte. Além da provedora de motor de busca Baidu e da LeEco, que investe em tudo, desde marketing esportivo até fabricação de TVs inteligentes, a gigante do comércio eletrônico Alibaba está trabalhando com a SAIC Motor para lançar um carro conectado.

Nas longas viagens ao trabalho e nos congestionamentos, os ocupantes dos carros que ficam presos no trânsito nas cidades chinesas são os principais alvos cativos para os comerciantes que pretendem vender serviços e produtos. Empresas como a Youzu estão apostando que o desenvolvimento de veículos autônomos também vai liberar o motorista para buscar uma distração de sua escolha.

O primeiro modelo que a Youzu está ajudando a desenvolver será vendido sob a marca de sua parceira e poderá trafegar 300 quilômetros sem recargas, disse Chen. A Youzu mira a venda de até 5.000 crossovers no primeiro ano por menos de 300.000 yuans (US$ 46.000) cada. Chen preferiu não identificar a fabricante de veículos, dizendo que a empresa está perto de fechar a parceria.

A startup de carros elétricos japonesa GLM, na qual a Youzu possui uma participação de 2,5 por cento, também vai fornecer tecnologia para o crossover, disse Chen. Os clientes-alvo serão jovens de 18 a 35 anos que desejam produtos acessíveis com boa qualidade e funções interessantes, disse ele.

"Não temos o objetivo de ser a Tesla chinesa. Gostaríamos, em vez disso, de ser a Xiaomi da indústria automotiva", disse Chen, em referência à desafiante chinesa da Apple no maior mercado de smartphones do mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos