Bolsas

Câmbio

Isolux está perto de vender linhas de energia no Brasil à Brookfield, dizem fontes

Rodrigo Orihuela, Macarena Munoz e Scott Deveau

(Bloomberg) -- O grupo de engenharia espanhol Isolux Corsán, que passa por reestruturação financeira, está perto de vender algumas de suas linhas de transmissão de energia no Brasil para a Brookfield Asset Management, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

A parte chamada brownfield do negócio de linhas de energia poderá ser vendida dependendo das negociações desta semana entre a Isolux e seus credores, disse uma das pessoas. A empresa espanhola também está perto de vender seu negócio de energia solar Grupo T-Solar Global por cerca de 120 milhões de euros (US$ 132 milhões) para outro ofertante, disse a pessoa.

Representantes da Isolux e da canadense Brookfield não quiseram comentar. O jornal Expansion havia informado anteriormente sobre negociações envolvendo o negócio de energia solar.

A venda de ativos é um dos pilares dos planos de reestruturação da Isolux em sua busca por reduzir dívidas, que cresceram após anos de expansão internacional. No ano passado, a Isolux cancelou os planos de realizar uma oferta pública inicial para ajudar a captar recursos, dizendo que esperaria por condições de mercado mais favoráveis.

No início deste mês, a Isolux assinou um acordo com seus principais credores que inclui a injeção de 200 milhões de euros para ajudar a empresa a evitar a insolvência. O acordo exige a aprovação de pelo menos 75 por cento dos credores até 23 de julho.

O grupo possui 4.703 km de linhas de alta tensão sob concessão no Brasil, incluindo 1.191 km na Amazônia, de acordo com seu website.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos