Nike dobra aposta em batalha por praticantes de CrossFit

Kyle Stock

(Bloomberg) -- A Nike acaba de dar um grande passo em sua tentativa de dominar o multibilionário mercado de praticantes de CrossFit ao revelar a terceira versão de seu popular tênis Metcon.

É claro que a Nike não está dizendo que é um tênis para CrossFit -- legalmente, a empresa não pode, porque a Reebok tem contrato de licenciamento de 10 anos com a marca de academias. Como disse o porta-voz da CrossFit, Derek Fields, em e-mail recente: "A Reebok fabrica o único tênis CrossFit."

Embora isso seja verdade, muitos fãs desse nascente regime de exercícios não entenderam a mensagem. Em pesquisa reconhecidamente pequena realizada em aulas de CrossFit nos EUA, cerca de 58% dos participantes estavam usando tênis feitos pela Nike, quase o dobro da fatia dos que exibiam calçados produzidos pela Reebok International.

E a Nike não está dormindo sobre os louros. O império de tênis de Oregon, nos EUA, é magistral no que se refere a marketing e relações públicas. Mais de uma vez a empresa passou por cima de caros patrocínios oficiais a ligas profissionais e competições importantes para anunciar habilmente no entorno.

A marca não se abalou com a Copa do Mundo Fifa no Brasil, por exemplo. Em vez disso, assinou um acordo para distribuir equipamentos à seleção brasileira e bombardeou o YouTube com vídeos de Neymar e Cristiano Ronaldo.

Sua estratégia para os fãs de CrossFit é similarmente sorrateira. Em vez de entrar em disputa com a marca CrossFit, os anúncios da Nike ressaltam o bom desempenho de seus novos calçados em certos exercícios populares nas academias.

Por exemplo, a companhia recomenda os novos Metcon para o regime "Murph", uma sequência de 100 flexões na barra, 200 flexões normais e 300 agachamentos, que recebeu o nome em homenagem ao falecido SEAL da Marinha dos EUA, Michael Patrick Murphy. A equipe de marketing da Nike também está anunciando afiliações com competidores famosos como Sara Sigmundsdottir, levantadora de peso da Islândia, e Mat Fraser, que ganhou o CrossFit Games 2016.

Os tênis são feitos para subir em cordas, levantar peso e deslizar suavemente contra a parede em uma flexão de ponta-cabeça -- todos exercícios padrões do CrossFit.

O sucesso do calçado nas academias básicas é uma agradável surpresa para a Nike. O sucesso da empresa depende em grande parte da corrida e do basquete. E ultimamente a fabricante de tênis tem se concentrado em expandir seu negócio de vestuário driblando os canais de venda por atacado. Contudo, com o frenesi do CrossFit, a receita da Nike com treinamentos disparou, aumentando 53% nos últimos cinco anos.

Os novos tênis da Nike serão vendidos por meio do aplicativo da companhia a partir de 19 de dezembro e chegarão à loja on-line da marca em 6 de janeiro, bem a tempo para uma nova onda de consumidores que estará fazendo planos de ano-novo relacionados ao CrossFit.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos