Nintendo aposta alto com dupla personalidade do Switch

Yuji Nakamura e Gearoid Reidy

(Bloomberg) -- Switch, o novo console de jogos da Nintendo, só chegará às lojas no dia 3 de março, mas a máquina já está completamente pronta para jogar. A imprensa teve uma oportunidade de testar o novo aparelho em um evento em Tóquio na semana passada e outros eventos desse tipo serão realizados no Japão e na América do Norte para que as pessoas experimentem o produto antes do lançamento oficial.

Até o momento, os investidores não se convenceram de que o aparelho terá o mesmo sucesso extraordinário que o console Wii teve há uma década e as ações da Nintendo caíram 5,9 por cento na sexta-feira, depois que o preço e outros detalhes foram divulgados. A ação caiu 3,6 por cento nesta segunda-feira, com uma queda no valor de mercado da companhia para cerca de US$ 2,7 bilhões durante os dois dias de negociação.

O Switch é a maior aposta da Nintendo em anos. É uma tentativa ousada de unificar a experiência de jogo em casa e na rua com um tablet com controladores sem fio que pode ser usado em qualquer lugar, mas que também se conecta a televisores. O sucesso desta jogada dependerá de as pessoas estarem dispostas a pagar US$ 300 ou 30.000 ienes por uma máquina que oferece muitas melhorias e ideias adicionais, mas nenhum avanço tecnológico ou conceitual que facilite a compreensão do Switch. A seguir, as principais observações da equipe da Bloomberg no evento de Tóquio:

  • A Nintendo está assumindo um risco grande. A maior inovação é a capacidade de jogar fora de casa jogos de última linha. De certo modo, a Nintendo transformou o Wii em um console portátil graças aos controladores Joy-Con. Agora, a questão é saber se as pessoas vão querer sair e jogar tênis ou beisebol em um videogame ou jogar tênis ou beisebol de verdade.
  • O serviço pago é novo, e uma possível fonte de receita, mas detalhes como o preço e os recursos são escassos. Não se saberá nada disso enquanto o período de teste gratuito não terminar mais adiante neste ano. Este já é um elemento padrão e bem estabelecido nos consoles concorrentes.
  • A Nintendo está tentando claramente combinar o sucesso do Wii, voltado aos jogadores esporádicos, com as necessidades dos jogares mais sérios, dando-lhe uma dupla personalidade. Se a empresa conseguir atrair ambos os grupos, o Switch estará em uma boa posição. Mas, como ficou evidenciado na reação do mercado, parece que a agulha não se moveu muito.
  • Os maiores sucessos de venda da Nintendo sempre se basearam em uma ideia simples. O fato de que o Switch tenta ser tudo para todos os jogadores poderia acabar fazendo com que ele não seja adequado para ninguém. A sensação é que a Nintendo está tentando resolver as questões levantadas durante a última década, em vez de apontar a um caminho claro para o futuro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos