PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Chineses pagarão recorde de US$ 2,2 bi por terreno em Hong Kong

Frederik Balfour

24/02/2017 14h47

(Bloomberg) -- Duas empresas da China continental superaram as maiores incorporadoras de Hong Kong com uma proposta de 16,9 bilhões de dólares de Hong Kong (US$ 2,2 bilhões) por um raro terreno residencial de frente para o mar. É o preço mais elevado já registrado em uma venda de terrenos pelo governo.

A Logan Property Holdings e a KWG Property Holding superaram as ofertas de outras 13 candidatas, incluindo a Cheung Kong Property Holdings e a Sun Hung Kai Properties, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira pelo Departamento de Terrenos de Hong Kong. A aquisição equivale a cerca de 240 mil dólares de HK por metro quadrado, segundo cálculos da Bloomberg baseados em informações do governo.

A área na ilha de Ap Lei Chau, que está conectada à ilha de Hong Kong por uma ponte, foi calorosamente disputada pelas incorporadoras, que desejavam construir em uma área que foi conectada à extensa rede de linhas de metrô da cidade em dezembro.

"Muitas incorporadoras chinesas pretendiam construir casas e apartamentos luxuosos com vista para o mar", disse Thomas Lam, chefe de avaliação e consultoria da Knight Frank em Hong Kong.

O resultado do leilão foi anunciado no mesmo dia em que a Centaline Property Agency divulgou um índice que mostrou que os preços das casas atuais da cidade haviam atingido uma alta recorde, apesar das tentativas do governo de esfriar o mercado.

O Hang Seng Property Index, que monitora as ações de 10 empresas imobiliárias, subiu 15 por cento neste ano, contra um aumento de 8,9 por cento do Hang Seng Index.

PUBLICIDADE