Fracking pode ficar mais barato para exploradoras de petróleo

David Wethe

(Bloomberg) -- As exploradoras de petróleo que enfrentam os custos crescentes do fracking na recuperação da expansão do xisto dos EUA poderão ter algum alívio, uma cortesia da empresa U.S. Silica Holdings.

A maior empresa de capital aberto provedora de areia para fracking (fraturamento hidráulico) informou que pretende dobrar sua oferta total para cerca de 20 milhões de toneladas nos próximos 12 a 18 meses. De outubro para cá, o preço dos grãos que abrem minúsculas fissuras na rocha que guarda o petróleo subiu em média 15 a 20 por cento, disse Donald Merril, diretor financeiro da fornecedora, a analista e investidores, na quinta-feira, em teleconferência.

"A expectativa maior é que haverá um aperto drástico no mercado de areia, a tal ponto que haverá, essencialmente, escassez de areia e uma tremenda inflexão do preço", disse Matt Marietta, analista da empresa Stephens em Houston, EUA, em entrevista por telefone. "Acho que estamos aprendendo que há bastante areia."

Antes as queridinhas das fases iniciais de recuperação do xisto, as empresas fornecedoras de areia despencaram na bolsa após o anúncio do plano da U.S. Silica. A Fairmont Santrol Holdings caiu 13 por cento, enquanto a U.S. Silica e a Emerge Energy Services registraram declínios de mais de 10 por cento cada. A Hi-Crush Partners perdeu 6,4 por cento.

Até meados deste ano, a escalada do preço da areia poderá se nivelar, disse Marietta. As empresas de exploração poderão pagar ainda menos se os preços do petróleo caírem novamente, disse ele.

O fraturamento hidráulico, que injeta água, areia e produtos químicos no solo para liberar hidrocarbonetos, é a chave da expansão do xisto nos últimos oito anos. As empreiteiras que ajudam a perfurar os poços, mapear bolsões de petróleo subterrâneo e fornecer a areia viram os preços de seu trabalho melhorarem nos EUA em um momento em que as empresas de exploração estão colocando as sondas novamente em funcionamento.

Sinais de recuperação

As exploradoras de areia foram as primeiras a enxergar evidências de recuperação. No início de agosto do ano passado, as quatro maiores fornecedoras de areia haviam pelo menos dobrado os preços de suas ações, enquanto as empresas de exploração e produção de petróleo do S&P 500 subiram 14 por cento.

A ampliação da oferta planejada pela U.S. Silica não é injustificada, disse a companhia depois que um analista sugeriu, em uma conferência de lucros, que o mercado pode ter se assustado com um aumento tão grande.

"Definitivamente estamos recebendo sinais da nossa base de clientes", disse Bryan Shinn, CEO da U.S. Silica, a analistas e investidores, na quinta-feira, em uma teleconferência. "Eles estão meio que implorando para que a gente tenha esse volume à disposição mais rapidamente, considerando o ritmo do aumento da demanda de agora. Por isso, eu não estou preocupado com isso, nem um pouco."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos