Bilionário discreto revela como derrotou a Apple na China

Bloomberg News

(Bloomberg) -- Duan Yongping está convencido de que Tim Cook não tinha ideia de quem ele era quando se conheceram, alguns anos atrás. O chefe da Apple agora provavelmente sabe quem ele é.

Duan é o bilionário que fundou a Oppo e a Vivo, as marcas gêmeas de smartphones que infligiram uma grande derrota à maior empresa do mundo na China no ano passado. Antes ridicularizadas como sendo imitações baratas do iPhone, ganharam popularidade e tiraram a Apple dos três primeiros lugares em 2016 - quando as vendas de iPhone na China caíram pela primeira vez.

Elas conseguiram isso porque o gigante americano dos smartphones não se adaptou à concorrência local, disse o empresário à Bloomberg na sua, segundo ele, primeira entrevista em 10 anos.

"A Apple não conseguiu ganhar de nós na China porque até eles têm defeitos", disse o magnata da eletrônica, de 56 anos. "Às vezes eles são muito inflexíveis. Eles fizeram muitas coisas geniais, como o sistema operativo, mas nós os superamos em outras áreas."

Isso não quer dizer que Duan não valorize a influência global da fabricante do iPhone. Na verdade, a obsessão do bilionário com a rival americana é enorme: ele é há tempos um grande investidor na Apple e abertamente fã do CEO da empresa.

Bolso grande

"Eu encontrei Tim Cook em várias ocasiões. Pode ser que ele não me conheça, mas conversamos um pouco", disse Duan. "Eu gosto muito dele."

A Apple não confirmou a reunião entre Duan e Cook quando foi contatada pela Bloomberg. Mas Duan tem feito muitas postagens de blog sobre os produtos, o preço das ações e as operações da Apple desde 2013, quando a empresa valia metade do que vale hoje. Ele precisa de "um bolso muito grande" porque tem quatro celulares, entre eles um iPhone que usa muito. Em uma postagem de 2015, ele disse que os lucros da Apple deveriam chegar a US$ 100 bilhões em cinco anos. Hoje, Duan não quer dizer quando comprou uma participação na empresa, mas diz que grande parte de sua fortuna no exterior continua ligada à fabricante do iPhone. Ele inclusive mora em Palo Alto, a pouca distância de carro da nova sede com forma de OVNI da Apple em Cupertino.

"A Apple é uma empresa extraordinária. É um modelo a seguir", disse Duan. "A nossa concepção não é superar alguém, o foco é melhorarmos nós mesmos."

Os ganhos da Oppo em relação à Apple poderiam agora levar mais seguidores ao bilionário apelidado de "Warren Buffett da China" pela mídia local por sua visão para os investimentos. Nascido em Jiangxi, local de origem da revolução comunista de Mao Tsé-Tung, Duan começou sua carreira em uma fábrica estatal de tubos de aspiradores antes de ficar famoso no setor eletrônico local.

"Os smartphones são uma oportunidade sem precedentes. Nós achamos que eles não serão substituídos nos próximos 10 a 20 anos. Mas não se sabe", disse Duan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos