Bolsas

Câmbio

Airbnb compra startup de verificação de antecedentes

Olivia Zaleski

(Bloomberg) -- A empresa Airbnb está adquirindo a startup de verificação de antecedentes Trooly para tentar proteger seus hóspedes e anfitriões de maus elementos.

A Trooly, que tem sede em Los Altos, Califórnia, ajuda a Airbnb a autenticar as identidades dos usuários desde 2015. Analisando dados de registros públicos, redes sociais e outras fontes, a tecnologia da Trooly pode ajudar a Airbnb a monitorar várias transgressões dos clientes, como por exemplo acordos paralelos entre hóspedes e anfitriões.

"Estamos ansiosos para receber a equipe da Trooly na Airbnb nas próximas semanas", disse o porta-voz da Airbnb, Tim Rathschmidt. Ele preferiu não informar o valor da compra, nem detalhes do acordo.

Desde sua criação, em 2008, a Airbnb tem dificuldades para controlar anúncios fraudulentos de pessoas que se apresentam como donos de propriedades. Também descobriu-se que alguns hóspedes da Airbnb driblam a empresa, encontrando um anúncio atraente no site da Airbnb e, em seguida, contatando os anfitriões -- geralmente por meio das redes sociais -- e se oferecendo para pagar diretamente a eles. A Airbnb cobra uma comissão de até 12 por cento de seus hóspedes. Já os anfitriões pagam 3 por cento sobre os anúncios reservados. Na maioria dos casos, a companhia também é obrigada a cobrar um imposto local dos hóspedes, geralmente de 3 por cento, mas essas taxas variam em cada cidade, estado e país.

A Trooly foi criada em 2014, mas esperou até o ano passado para levantar US$ 10 milhões em sua primeira rodada de financiamento, liderada pela Bain Capital Ventures e pela Milliways Ventures.

A Airbnb está comprando a equipe de propriedade intelectual e engenharia da Trooly, segundo pessoas com conhecimento da situação. O site de aluguel de residências deverá fechar o negócio nesta segunda-feira, quando a Trooly encerrará suas operações como empresa independente, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque a informação é privada.

A aquisição ocorre em um momento de expansão da Airbnb. A empresa de capital fechado, avaliada em cerca de US$ 31 bilhões, tem mais de 3 milhões de anúncios de aluguel de casas e apartamentos e está se expandindo para novas categorias de produtos, incluindo a de "experiências" de viagem. Em fevereiro, a Airbnb adquiriu a empresa canadense de administração imobiliária Luxury Retreats. A Airbnb, que tem sede em São Francisco, registrou lucros pela primeira vez no segundo semestre de 2016, segundo publicou a Bloomberg em janeiro, e espera manter a rentabilidade neste ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos