Bolsas

Câmbio

Preço dos nomes de domínio da internet parece um tanto aleatório

Peter Coy

(Bloomberg) -- O que significa que um endereço da internet terminado em .pizza custe mais do que um finalizado em .beer (cerveja)? Ou que .bar custe mais que .academy (academia)? Que .church (igreja) seja mais caro que .company (companhia)? Difícil dizer. Talvez não signifique nada.

A julgar por uma análise informal, as taxas de aluguel para domínios de topo (.com, .net, .pizza, etc.) parecem estar apenas tangencialmente relacionadas às forças da oferta e da demanda. Elas parecem mais um grande experimento com preços em um setor da economia que está em constante mudança.

"Não é um mercado de verdade", diz Joseph Cohen, fundador e presidente de uma startup com sede no Brooklyn, Universe, que faz um aplicativo de celular para construir sites simples para telefones móveis. "Existe uma espécie de mercado, mas não é muito eficiente nem líquido."

O nome de domínio mais popular, .com, também é o mais barato no site de Cohen. Custa apenas US$ 2,99 por mês um pacote que inclui o nome do domínio, as ferramentas de criação da web e a hospedagem. Ele cobra mais por .sexy (US$ 9,99 por mês) e por .farm (fazenda) (US$ 6,99 por mês).

Você pode pensar que um endereço .com seria mais caro, já que é mais popular. O caso é que o nome que você deseja para seu site provavelmente já não está disponível com uma extensão .com. Ou seja, você pode pagar apenas US$ 2,99 por mês, mas terá que inventar um trava-língua longo e complicado que não ficará bem nas propagandas nem nos
cartões de visita.

Tal como na explosão Cambriana de 500 milhões de anos atrás, quando surgiram muitas das formas de vida de hoje, o número de domínios de topo explodiu em 2012 depois que a Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (ICANN, na sigla em inglês) autorizou cerca de 1.200 novos. Foi assim que .pizza e .beer, por exemplo, ficaram disponíveis. Então, mesmo que angelospizza.com esteja em uso, o GoDaddy.com pode lhe alugar angelos.pizza. Curto e direto no ponto.

Resta ainda saber por que os distintos nomes de domínio personalizados variam tanto no preço. Uma razão parece ser o fato de que o mercado é jovem, e tanto os compradores quanto os vendedores estão tentando descobrir qual é uma boa relação custo-benefício. Empreendedores que gastaram muito dinheiro com nomes de domínio de topo podem tentar cobrar preços mais altos para recuperar seus custos, o que pode ser complicado porque os clientes realmente não se importam com os custos de seus fornecedores.

O preço é fixado no nível atacadista pelos proprietários dos vários domínios. Os varejistas apenas repassam adiante seus custos. "Somos muito diretos", diz Cohen, da Universe. "Nós compramos e aumentamos o preço deles."

De acordo com o site nTLDStats.com, o mais popular dos novos nomes de domínio de topo é .xyz, com uma fatia de 21 por cento, seguido por .top, .loan (empréstimo), .win (vitória), .club, .vip e .online. A maioria dos 1.200 nomes não tem praticamente nenhum comprador. Ao chegar ao 308º, que é .poker, você está reduzido a uma participação de mercado de 0,01 por cento. Isso é frustrante se você é o investidor que apostou nesse pôquer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos