Bolsas

Câmbio

Picape da Honda supera Ford em seu próprio território

Kyle Stock

(Bloomberg) -- Esqueça a teoria dos jogos, os futuristas e os modelos de fluxo de caixa: quando se trata de estratégia de produto na indústria automotiva atual, não é preciso complicar muito.

Basta produzir algumas picapes que os americanos vão comprá-las -- em grandes quantidades.

Fabricar uma picape muito boa ajuda, é claro. A Honda fez exatamente isso ao lançar uma versão completamente reformulada de sua picape Ridgeline em junho de 2016. Após uma série de críticas positivas, a picape que parece um carro tem se mostrado muito popular com o público que compra picapes, e também com os demais.

"Esta é uma picape muito capaz que atende às necessidades da grande maioria dos compradores", disse Jeff Conrad, gerente-geral da American Honda Motor. "Para alguém que não precisa rebocar 8.000 libras [3.600 quilos]... é perfeita."

Nos últimos 12 meses, a Honda vendeu quase 40.000 unidades da Ridgeline nos EUA, o que representa um em cada 10 veículos do segmento de picapes médias. Além de ter tirado participação de rivais consolidadas, parece que a Honda também conquistou novos compradores -- motoristas tradicionalmente mais inclinados a comprar um Accord em vez de uma Toyota Tacoma.

Conrad disse que a Honda poderia facilmente ter vendido mais picapes, mas que a fábrica de Lincoln, Alabama, onde elas são montadas, já opera a plena capacidade.

É claro que existe uma grande diferença nessas estatísticas de vendas. A Ford, campeã dos pesos pesados no segmento de picapes, não vende uma versão média nos EUA desde 2012. A empresa não queria canibalizar as vendas eternamente estelares de sua F-150 full-size. Além disso, a Ford tem uma linha elegante de vans para acomodar pintores, encanadores e outros donos de pequenos negócios -- pelo menos essa é a justificativa que o ex-CEO Mark Fields deu há alguns anos.

Mas a Ford mudou de tática desde então. Em algum momento de 2019, a empresa lançará uma versão "totalmente nova" da Ranger, uma pequena picape atualmente produzida na Argentina, na África do Sul e na Tailândia que é vendida praticamente em todos os lugares, exceto nos EUA. Mike Levine, chefe de comunicação de produtos na América do Norte, diz que esta nova versão da picape, que costumava ser vendida nos EUA, será fabricada em Michigan.

A espera de dois anos para trazer a Ranger de volta "é o que funciona para nós", disse Levine. "Nós colocamos o foco na F-Series hoje, inclusive na F-150... em torná-la mais capaz e também mais eficiente em termos de combustível."

A Ford poderá ter que mudar um pouco sua fórmula se quiser capturar parte do apelo da Honda. Mais notadamente, a Ridgeline apresenta a chamada construção monobloco dos sedãs, que dá a ela uma sensação mais de estrada do que a maioria das picapes, que possuem carrocerias aparafusadas na estrutura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos