Bolsas

Câmbio

Noticiários dos EUA perdem audiência por falar pouco de Trump

Gerry Smith

(Bloomberg) -- Os telespectadores dos EUA não se cansam de coberturas jornalísticas sobre Donald Trump. Notícias sobre praticamente qualquer outra coisa são um veneno para os índices de audiência.

Os canais a cabo descobriram como capitalizar com êxito as peripécias ultrajantes de Trump, mas a audiência dos noticiários da NBC, da ABC e da CBS chegou a cair 14 por cento neste ano entre os cobiçados telespectadores mais jovens. A estratégia das emissoras de TV aberta de oferecer uma gama mais ampla de reportagens ? por exemplo, sobre assuntos de interesse humano, saúde e criminalidade local ? não está entusiasmando alguns telespectadores, que migraram para o noticiário da TV a cabo para assistir a cobertura do drama da Casa Branca.

"No ambiente atual de notícias, em que poucas manchetes não estão relacionadas com o governo Trump, a programação mais restrita dos canais a cabo se adapta melhor", disse Andrew Tyndall, autor de um site que monitora a transmissão de noticiários noturnos.

Nos últimos anos, os canais de notícias da TV a cabo reduziram seu escopo para se concentrar na política, e isso está dando frutos nos índices de audiência. "The Situation Room with Wolf Blitzer", da CNN, e "Special Report with Bret Baier", da Fox News, ambos transmitidos no mesmo horário que os noticiários da TV aberta no litoral leste dos EUA, subiram 36 por cento e 24 por cento, respectivamente, entre os telespectadores mais jovens neste ano. A MSNBC, que acaba de lançar um novo programa nesse horário, "The Beat With Ari Melber", foi a rede mais assistida entre todos os canais a cabo pela primeira vez no dia 16 de agosto.

Os canais a cabo também têm a vantagem de estarem 24 horas por dia no ar, enquanto as emissoras da TV aberta estão limitadas a apenas 23 minutos por noite.

"A intensidade e a velocidade com que as notícias estão acontecendo ajudam muito os canais a cabo", disse Andrew Heyward, ex-presidente da CBS News. "Você não pode esperar até às 18h30 porque sete coisas incríveis aconteceram desde que você acordou de manhã."

CBS, NBC e ABC preferiram não comentar.

Desde o início do ano, o "World News Tonight", da ABC, caiu 7 por cento entre os telespectadores de 25 a 54 anos, o grupo demográfico que mais interessa aos anunciantes. "Nightly News", da NBC, caiu 8 por cento, e "CBS Evening News" recuou 14 por cento na categoria.

Na verdade, todos os canais da TV aberta estão sofrendo, e os noticiários noturnos estão suportando a situação melhor que outras ofertas da CBS, da NBC e da ABC. Além disso, eles têm um público muito maior que os canais a cabo, com cerca de 24 milhões de telespectadores por noite distribuídos entre as três emissoras. CNN, Fox News e MSNBC têm em média cerca de 5 milhões de telespectadores ao todo.

Como a TV pode reconquistar a audiência? A melhor opção pode ser manter seus noticiários originais e esperar que os telespectadores se cansem de Trump, disse Heyward, o ex-presidente da CBS News.

"Os canais a cabo apostaram em que as pessoas querem ouvir sobre as controvérsias em torno de Trump o dia todo", disse ele. "Os noticiários noturnos estão em outro jogo, e se abandonam isso, será por sua conta e risco."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos