Bolsas

Câmbio

Paris ou Frankfurt? BofA debate sede de trading na UE: Fontes

Laura J. Keller

(Bloomberg) -- Os executivos do banco de investimento do Bank of America discordam quanto à localização de seu centro de trading na União Europeia após o Brexit, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

O diretor de ações, Fabrizio Gallo, defende Frankfurt como base para os traders que trabalham com clientes da UE, ao passo que seus colegas de renda fixa Sanaz Zaimi e Bernard Mensah preferem Paris, disseram as pessoas. Algumas operações de trading terão que sair de Londres quando o Reino Unido se separar do bloco, medida marcada atualmente para o começo de 2019.

O Bank of America não discutiu publicamente planos para estabelecer sua sede europeia em nenhuma das duas cidades. O CEO Brian Moynihan disse em julho que Dublin é o "local preferido" do Bank of America para suas principais entidades legais na UE. O banco já tem uma licença bancária na Irlanda, e o conceito apresentado por Moynihan incluiria a abertura de uma corretora de valores em Dublin, informou a instituição.

No entanto, o plano público do banco não descarta a criação de outro centro de trading, e as possíveis estruturas que ainda estão sendo discutidas internamente são muito mais complicadas, disseram as pessoas. Após meses de debate, alguns executivos do Bank of America sugeriram que a instituição deve tentar abrir diversas sedes para as distintas unidades de trading e de investment banking, disseram as pessoas.

Contatada por telefone, Zaimi disse que a descrição das discussões feita pela Bloomberg é "errada" e encaminhou as perguntas ao banco. Jessica Oppenheim, porta-voz do banco com sede em Charlotte, Carolina do Norte, não quis comentar. Gallo e Mensah não deram retorno a mensagens com pedidos de comentários.

Propostas

Segundo uma das propostas sugeridas, as ações teriam sede em Frankfurt, e o trading de títulos, em Paris, disseram as pessoas. De acordo com outra, todas as operações de trading seriam administradas em Frankfurt, mas as vendas de renda fixa seriam transferidas a Paris sob o comando de Zaimi, disseram elas. Até mesmo um esquema centrado em Dublin envolveria aumentar o número de funcionários em outras cidades da UE.

Dois dos fatores que ainda estão em discussão são onde os clientes de gestão de ativos do banco vão acabar e qual cidade ajudará no recrutamento e na retenção de funcionários, disseram as pessoas. Frankfurt tem a seu favor o crescente status de centro de atividades, porque a maioria dos bancos internacionais - entre eles, o Morgan Stanley e o Citigroup - escolheu a cidade alemã como sede na UE. Além disso, Frankfurt também oferece um custo de vida mais baixo que Paris.

Paris é uma cidade mais cosmopolita, e a França está tentando se tornar mais atraente para os banqueiros. No mês passado, o primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, anunciou novas iniciativas para aliviar os encargos sociais e eliminar um imposto ao trading intradiário.

Embora o Bank of America planeje transferir alguns executivos do banco de investimento a Dublin, essa cidade provavelmente não será o centro de trading, disseram as pessoas.

--Com a colaboração de Neil Callanan

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos