Bolsas

Câmbio

Apple planeja versão 4K para conversor de TV: Fontes

Mark Gurman e Anousha Sakoui

(Bloomberg) -- A Apple planeja revelar um novo foco na sala de estar com uma nova versão do conversor Apple TV, compatível com a transmissão de vídeo 4K, e dar destaque a conteúdos de televisão ao vivo, como notícias e esportes, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

O conversor atualizado, que será divulgado junto com novos modelos de iPhone e Apple Watch em um evento em setembro, terá um processador mais rápido e capaz de transmitir conteúdos 4K de maior resolução, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque os planos ainda não foram revelados publicamente. A designação 4K é um padrão de qualidade para a exibição de conteúdo com o dobro da resolução de vídeo de alta definição 1080P. Para o espectador, isso muitas vezes significa que a nitidez é melhor. A Apple também está testando uma versão atualizada de seu aplicativo de TV, lançado pela primeira vez em 2016, que poderia agregar a programação de aplicativos que já oferecem a transmissão de conteúdos ao vivo.

A Apple está tentando reanimar suas ambições de vídeo com esse novo produto. Até o final de março, o Apple TV tinha apenas 15 por cento do mercado de conversores dos EUA, atrás dos dispositivos da Roku, da Amazon.com e da Google, pertencente à Alphabet, de acordo com uma pesquisa realizada neste mês pela Parks Associates. O diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, disse à Bloomberg News no início deste ano que as vendas do Apple TV haviam diminuído no quarto trimestre de 2016 em relação ao ano anterior. A fabricante do iPhone também ficou atrás de empresas como Amazon e Netflix no desenvolvimento de programas roteirizados e outros conteúdos de vídeo.

Para assistir vídeo 4K, os usuários precisarão anexar a nova versão do Apple TV a uma tela capaz de exibir imagens de alta resolução. Muitos modelos de TV recentes da Sony, da LG Electronics e da Samsung Electronics são compatíveis com vídeo 4K. O novo conversor também poderá reproduzir conteúdo otimizado para TVs compatíveis com a reprodução de vídeo High Dynamic Range (HDR), com cores mais exatas e imagem mais nítida. Em fevereiro, a Bloomberg News informou que um modelo de Apple TV 4K havia entrado em fase de teste. Uma porta-voz da Apple preferiu não comentar.

A Apple, a empresa mais valiosa do mundo, depende do iPhone para obter mais da metade de sua receita anual. Sua unidade de serviços, que inclui a App Store e a Apple Music, é a de crescimento mais acelerado e gerou 16 por cento das vendas da empresa no trimestre mais recente.

Para reproduzir conteúdo 4K e HDR, a Apple terá que fechar acordos com produtoras de conteúdo que possam fornecer vídeo nesses formatos. A gigante da tecnologia com sede em Cupertino, Califórnia, iniciou negociações com estúdios cinematográficos sobre o fornecimento de versões 4K de filmes via iTunes, de acordo com pessoas familiarizadas com as conversas. A empresa também discutiu suas ambições de vídeo 4K com empresas de conteúdo que já possuem aplicativos no Apple TV, disse outra pessoa. Entre os aplicativos populares no Apple TV que são compatíveis com vídeo 4K em outras plataformas estão Vevo e Netflix.

--Com a colaboração de Alex Webb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos