Bolsas

Câmbio

Terremotos no México prejudicam geração eólica

Vanessa Dezem

(Bloomberg) -- Cerca de 60 por cento da capacidade de geração de energia eólica do México permanece desativada desde que o país foi atingido por um grande terremoto no início deste mês. E os esforços para reativar os parques eólicos foram prejudicados por um novo e poderoso tremor que atingiu o país na terça-feira.

As 1.200 turbinas eólicas da região sul de Oaxaca escaparam praticamente ilesas do terremoto de 7 de setembro, mas os centros de controle e as subestações de transmissão foram danificadas, segundo Leopoldo Rodríguez, presidente da Associação Mexicana de Energia Eólica.

Dezenas de edifícios foram reduzidos a escombros na Cidade do México pelo tremor de 7,1 graus de terça-feira e as equipes de resgate continuam à procura de sobreviventes e vítimas. Como o país tenta se recuperar de dois terremotos no mesmo mês, ficou mais difícil encontrar as peças de reposição necessitadas pelos parques eólicos do sul.

"Todos os parques eólicos de Oaxaca tiveram que parar", disse Rodríguez, em entrevista por telefone, na quarta-feira. "Ainda não é possível saber quando poderemos retomar a produção. Algumas peças para a infraestrutura estão mais difíceis de conseguir agora." As usinas não sofreram novos danos com o terremoto de terça-feira.

O México é um dos países mais ativos do mundo do ponto de vista sísmico porque está localizado na intersecção de quatro grandes placas tectônicas, segundo o Serviço Geológico dos EUA. O primeiro terremoto deste mês teve uma magnitude de 8,2, superior à do terremoto de 8,0 de 1985.

Oaxaca é o polo do setor eólico no México. O país tem cerca de 4.500 megawatts em turbinas em operação, com 2.500 megawatts instalados no estado. Oaxaca tem potencial de chegar a 5 gigawatts de produção de energia eólica, segundo a Associação Mexicana de Energia Eólica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos