PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

CEO da Qantas lidera lista global de executivos LGBT

Zoe Ma

27/10/2017 10h26

(Bloomberg) -- O CEO da Qantas Airways, Alan Joyce, a quem se atribui o crédito de ajudar a recuperar a empresa aérea australiana, ganhou outra honraria: ficou em primeiro lugar em uma lista de 100 executivos defensores dos direitos LGBT.

Alan, gay assumido, "é um defensor veemente dos direitos LGBT+ e sempre fala sobre a importância da igualdade e da diversidade", segundo a lista compilada pela OUTstanding, uma rede profissional para executivos LGBT+ e seus aliados, e o Financial Times. "Ele também adotou uma postura bastante pública fazendo campanha a favor do casamento igualitário por se tratar de uma questão fundamental de direitos humanos."

Apesar de sua postura pública ter atraído uma certa ira -- o CEO foi atingido no rosto por uma torta por apoiar a união entre pessoas do mesmo sexo durante um discurso, no início do ano --, Alan Joyce, 51, jurou que não se calará. Além disso, doou 1 milhão de dólares australianos (US$ 764.000) de seu patrimônio pessoal a uma campanha a favor da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Austrália. O resultado de uma votação postal nacional sobre o assunto deve ser divulgado em 15 de novembro e diversas pesquisas indicam que a campanha do "sim" está ganhando a disputa.

Os seguintes executivos completam o top 10 da lista:

- Stacey Friedman, conselheira-geral do JPMorgan Chase;

- Jim Fitterling, diretor de operações para ciências de materiais da DowDuPont;

- Gigi Chao, vice-presidente-executiva do conselho da Cheuk Nang (Holdings);

- Dra. Vivienne Ming, sócia-gerente da Socos LLC;

- Inga Beale, CEO da Lloyd's of London;

- Martine Rothblatt, CEO da United Therapeutics;

- Jan Siegmund, diretor financeiro da ADP;

- Dra. Siobhan Martin, diretora-executiva de RH para o Reino Unido e a Irlanda da Mercer;

- David Hynam, CEO da Bupa U.K.

PUBLICIDADE