Bolsas

Câmbio

Novo Aston Martin Vantage de US$ 150.000 esgotou no primeiro ano

Thomas Seal

(Bloomberg) -- O modelo Vantage da Aston Martin Lagonda, de US$ 150.000, esgotou quase toda a sua capacidade de produção para o ano que vem poucos dias após o início das vendas do carro esportivo de luxo pela fabricante britânica.

A Aston Martin iniciou as vendas desse carro montado à mão e equipado com motor V8 de 4 litros para clientes particulares nos últimos dias, e 80 por cento já o compraram, disse o CEO Andy Palmer, em entrevista, na terça-feira, um dia antes de a empresa divulgar seu quarto trimestre consecutivo de lucros. As primeiras entregas estão programadas para o segundo trimestre de 2018.

"A maior parte de nossa produção para o ano que vem já está esgotada", disse Palmer. Ele preferiu não dar detalhes sobre os volumes de produção.

Com o Vantage, a Aston Martin tenta uma expansão além de sua base atual de compradores e pretende competir com Porsche e Ferrari, disse ele no evento de lançamento, realizado em uma cervejaria revitalizada na Brick Lane, rua da moda em Londres.

"O que tentamos fazer com o Vantage é torná-lo ambiciosamente mais jovem, mais interessante e melhor", disse Palmer, fazendo-se ouvir em meio a músicas dançantes em uma floresta artificial.

O carro ostenta mais de 500 cavalos de potência e pode alcançar velocidade máxima de 313 quilômetros por hora. A empresa diz que a "postura predatória" e a altura baixa do veículo foram inspiradas no carro de corrida Vulcan.

O Vantage é peça central dos esforços da Aston Martin para estabelecer um recorde de rentabilidade no momento em que a empresa se prepara para uma possível oferta pública inicial. A fabricante de veículos com sede em Gaydon, Inglaterra, mostrou progresso na quarta-feira ao divulgar um lucro antes de impostos de 22 milhões de libras (US$ 29 milhões) para o período de nove meses encerrado em 30 de setembro. As vendas, lideradas pelo DB11, subiram 84 por cento, para 567 milhões de libras, em relação ao anterior, quando a Aston Martin registrou prejuízo.

A empresa está indo bem, mas "não temos 10 anos de bons resultados registrados", disse Palmer. "Por isso, temos que trabalhar duro a cada trimestre."

A Aston Martin vendeu 3.330 carros nos nove primeiros meses de 2017, um aumento de 65 por cento, segundo comunicado da empresa, na quarta-feira.

Palmer disse em junho que seria mais difícil realizar um IPO em meio à incerteza provocada pelo Brexit. Entre as proprietárias da fabricante britânica estão a empresa italiana de private equity Investindustrial e um consórcio de investimentos do Kuwait. A Daimler, controladora da Mercedes, também possui uma pequena participação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos