Bolsas

Câmbio

Principal clube da elite de Mônaco tem uma porta secreta

Sophie Friedman

(Bloomberg) -- O Iate Clube de Mônaco é um dos clubes privados mais exclusivos dessa cidade-estado, fundado por ninguém menos que o falecido Rainier III, príncipe de Mônaco, marido de Grace Kelly. Para entrar, é preciso ter dois patrocinadores, ser aprovado pelo presidente do clube, o príncipe Albert II, e pagar uma taxa que o clube preferiu não revelar. Todos os anos, quando o Monaco Yacht Show toma conta da cidade, é lá que você encontrará oligarcas russas e titãs chineses da indústria, além de capitães, membros da tripulação e a imprensa; durante o ano inteiro, é lá onde os membros da família real com inclinações náuticas se reúnem.

Mas, para aqueles que não possuem a chave de ouro da porta, existe outra forma de entrar (pelo menos no prédio do clube, projetado por Foster + Partners): o Wine Palace.

Este templo de alto nível dedicado à Baco armazena 3.200 garrafas de vinho, champanhe e bebidas espirituosas em suas prateleiras. Naturalmente, predominam os franceses, e os produtores Château Smith Haut Lafitte e Château Cheval Blanc, de Bordeaux, estão entre os mais vendidos. Os preços começam a partir de apenas 10 euros (US$ 12) por garrafa e a média gira em torno de 40 euros, apesar da localização elegante da boîte. O cardápio de comida é compacto, mas cumpre todos os requisitos, com um prato de queijos variados, foie gras, tartines individuais, peixe defumado e, no verão, uma bela pilha de tomates e bolinhas de mozarela fresca.

Pegue uma mesa no terraço e prepare-se para um desfile de pessoas de alto nível. Embora o Wine Palace não faça parte oficialmente do Iate Clube, nunca se sabe quem você poderá ver escolhendo garrafas para serem entregues em algum iate.

E, claro, o porto não é o único lugar aonde ir. Para descobrir outros pontos prediletos dos entendidos, pedimos dicas a moradores locais. Apesar da variedade de restaurantes extremamente elogiados (cinco com estrelas Michelin, onze recomendados pela Michelin) na cidade, nem sempre os habitués de Mônaco escolhem as opções mais óbvias, premiadas ou caras. Veja onde encontrá-los:

Maya Bay

Neste famoso japonês-tailandês que fica no térreo de um complexo de apartamentos bem comum, o exterior sem graça contradiz o quanto este restaurante é moderno. É essencial fazer reserva, especialmente se você quiser uma mesa na parte exterior. Há um salão interno com uma dúzia de mesas e lustres pendurados do teto vermelho escuro, além de um pavilhão de madeira no tranquilo jardim dos fundos. Av. Princesse Grace, 24; almoço das 12 às 14:30, jantar das 19:30 às 23 h.

Sass Café

O Sass Café, com tendências mediterrâneas, é uma ótima opção para o jantar. Ele serve pratos delicados, como tagliolini com camarão e rúcula ou robalo à provençal, para mesas de casais de terno e salto alto. Av. Princesse Grace, 11; jantar todas as noites a partir das 20 h.

Monte-Carlo Beach Club

Uma imagem clássica da Côte d'Azur: imagine cadeiras com lindas almofadas de listras brancas e azuis e vistas icônicas do terraço, especialmente no final do dia, quando o sol começa a se esconder atrás das montanhas e da água e Monte Carlo se estende diante de seus olhos. Nicolas Bellavance-Lecompte, cofundador da feira de design Nomad Monaco, diz que este é o melhor lugar para os aperitivos: "Eu gosto do negroni e, para comer, peço barbagiuan, uma espécie de pastel frito com acelga e ricota que é a cara de Mônaco". Av. Princesse Grace, 2; aberto diariamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos