Grande interesse estimula mercado secundário de blockchain

Olga Kharif

(Bloomberg) -- Está se abrindo uma nova forma de os investidores credenciados colocarem dinheiro em startups de blockchain.

Uma empresa chamada BnkToTheFuture planeja abrir um mercado no segundo trimestre que permitirá que os investidores negociem participações acionárias em empresas envolvidas com o blockchain, a tecnologia de monitoramento de transações que serve de base para moedas digitais como o bitcoin. A BnkToTheFuture usará um livro-razão de blockchain para manter registros desses investimentos para os clientes.

Esse mercado próximo de sair se juntará a uma série de outras formas de apostar em startups de blockchain, incluindo investimento em token emitidos pelas empresas ou em vários índices e fundos que monitoram essas moedas digitais. A BnkToTheFuture também compete com nomes como o Nasdaq Private Market, mas está focada em empresas de blockchain e de tecnologia financeira.

"Até o fim do ano poderíamos ter 50 por cento das grandes empresas do setor em nossa plataforma", disse o CEO Simon Dixon, em entrevista, por telefone.

O mercado estreia no momento em que o interesse pelo blockchain -- um livro-razão digital que registra transações de forma segura e transparente -- está em uma alta histórica. Apenas neste ano, mais de US$ 3,6 bilhões foram investidos em ofertas iniciais de moedas, um método de captação de recursos usado principalmente por startups relacionadas ao blockchain, segundo a CoinSchedule. A expectativa é que a tecnologia revolucione setores como os de finanças e de gestão de cadeias de abastecimento.

A BnkToTheFuture já ajudou cerca de 45.000 investidores credenciados de todo o mundo a investirem mais de US$ 200 milhões. Permitiu que os investidores comprassem participações em mais de 100 empresas e projetos, inclusive no ethereum e no storj, embora a venda dessas fatias possa ser difícil. O novo mercado secundário usará o blockchain para permitir essa negociação.

Os tokens lastreados por ações serão comprados e vendidos por meio de uma tecnologia construída com base no blockchain do ethereum. Um token que a BnkToTheFuture emitirá no ano que vem também deverá permitir que as pessoas paguem por análises de negócios, due diligence e relações com investidores. A BnkToTheFuture espera levantar até US$ 33 milhões em uma oferta inicial de moeda prevista para o mês de fevereiro próximo.

A BnkToTheFuture está registrada nas Ilhas Cayman e detém participação em uma corretora. A empresa possui ações em empresas, como as bolsas de criptomoedas Bitstamp e Kraken, também negociadas em sua plataforma. É mais conhecida na Ásia do que nos EUA, segundo Kyle Samani, sócio-gerente da Multicoin Capital Management, um hedge fundo de criptomoedas.

"As oportunidades de investimentos deles são examinadas de forma bastante extensa e aparentemente muito poucos são aceitos a julgar pela quantidade de investimentos que passa pela plataforma", disse Majid Shah, cofundador da CoinSchedule e usuário de longa data da BnkTo TheFuture, por e-mail. "Eu diria que oferecem uma forma de retorno mais baixo, mas de menor risco, de investir no espaço do blockchain, enquanto os ICOs têm retornos mais altos e risco elevado."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos