ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Goldman e Morgan Stanley contratam em Frankfurt antes do Brexit

Gavin Finch e Steven Arons

12/01/2018 13h30

(Bloomberg) -- Os bancos de investimento multinacionais Goldman Sachs, JPMorgan Chase e Morgan Stanley estão correndo para fixar novas bases dentro da União Europeia antes do Brexit e estão contratando em série em Frankfurt.

As maiores instituições financeiras de Wall Street começaram a publicar anúncios para diversos cargos, como gerente de risco, executivo de compliance e especialista em tecnologia da informação, segundo ofertas na internet. Os bancos precisam das unidades operando plenamente até abril de 2019, disseram recrutadores e pessoas a par dos planos de contratações de suas instituições.

Os bancos querem preencher o máximo de cargos possível com funcionários locais para limitar os distúrbios provocados pela transferência de funcionários e familiares de Londres, disseram as pessoas ouvidas, que pediram anonimato por tratarem de planos privados. Faltando apenas cerca de 14 meses para a saída formal do Reino Unido da UE, os bancos chegaram, segundo um executivo, a um ponto irreversível e decidiram que precisam começar a implementar planos de contingência.

"Muitos bancos estão contratando agora para atender pelo menos a necessidade mínima de pessoal" quando o Brexit se concretizar, disse Tim Zuehlke, sócio da FRED Executive Search.

Independentemente da possibilidade de o Reino Unido fechar um acordo de transição válido por dois anos, os órgãos reguladores da UE deixaram clara sua expectativa de que os bancos estabeleçam operações independentes e integrais dentro do bloco comercial, com número suficiente de profissionais em funções internas e de atendimento ao público e também funcionários seniores em vez dos chamados escritórios de fachada, que mantêm trabalhadores indo e voltando de Londres.

Gerentes de risco

O Goldman Sachs planeja mais do que dobrar sua equipe em Frankfurt para 400. O banco já contratou cerca de meia dúzia de pessoas na cidade, disse uma das pessoas, e está anunciando mais 10 vagas em seu website. O Morgan Stanley pretende criar cerca de 200 vagas na capital financeira da Alemanha. Atualmente, o banco tem 17 vagas publicadas para Frankfurt, incluindo uma de "gerente de risco de liquidez".

Os bancos de investimento dos EUA "estão intensificando o recrutamento para funções administrativas em Frankfurt", disse Aleksandar Rakovic, chefe para o setor bancário da empresa de recrutamento Robert Walters. "Os salários continuarão subindo nessas áreas."

Frente à escassez de profissionais bancários experientes em Frankfurt -- há 60.000 pessoas trabalhando no setor financeiro na cidade, contra mais de 360.000 em Londres --, as instituições financeiras esperam que o déficit seja compensado por expatriados alemães dispostos a voltar ao país, disseram as pessoas. Considerando a probabilidade de realocação de pessoas de outras nacionalidades, os bancos já começaram a reservar vagas em bloco em escolas internacionais e a alugar apartamentos em antecipação ao aperto nos recursos locais, disseram eles.

Cerca de 10.000 novos empregos poderão ser criados na cidade alemã nos próximos anos, segundo a Frankfurt Main Finance, uma associação do setor. Em contrapartida, as ofertas de emprego na indústria financeira na capital britânica caíram 52 por cento em dezembro, maior declínio em três anos, anunciou a empresa de recrutamento Morgan McKinley na quinta-feira.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia