ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Star Alliance busca agregar aéreas de baixo custo como parceiras

Dong Lyu e Anurag Kotoky

05/02/2018 11h00

(Bloomberg) -- A Star Alliance, parceria global de empresas aéreas como Singapore Airlines e United Continental, busca a inclusão de unidades de baixo custo de seus membros como parceiras em meio à migração cada vez maior de pessoas para estas empresas, atraídas pelas passagens mais baratas.

"Muitos de nossos membros e muitas empresas aéreas de todo o mundo estão migrando bastante para plataformas de menor custo", disse o CEO Jeffrey Goh, em entrevista no Salão da Aeronáutica de Cingapura. "Queremos encontrar uma forma de recapturar esses mercados oferecendo os benefícios e privilégios que tinham e desfrutavam. Queremos usar esse modelo de conexão com parceiros."

A decisão da Star Alliance é um reconhecimento de que as aéreas de baixo custo capturaram uma fatia significativa do tráfego aéreo global com preços de passagens mais baratos e voos pontuais. As aéreas de baixo custo estão se saindo muito melhor do que o esperado e a próxima fronteira seriam as viagens de longo curso e de baixo custo, disse Alexandre de Juniac, CEO da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata, na sigla em inglês), nesta segunda-feira.

A Star Alliance, que conecta 1.300 aeroportos com seus 28 membros, não busca adicionar nenhuma nova empresa aérea no momento, disse Goh. Contudo, oferece aos membros atuais a flexibilidade de firmarem cooperação com outras empresas de fora da aliança em mercados que estão fora de sua rede, disse.

Mais Economia