PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Apple está perto de acordo por filme de animação: Fontes

Anousha Sakoui, Mark Gurman e Lucas Shaw

15/06/2018 15h40

(Bloomberg) -- A Apple tomou uma decisão sobre seu próximo ato em Hollywood: produzir longas-metragens.

Há um acordo próximo pelos direitos de um filme de animação como parte de sua próxima lista de ofertas de vídeos originais, segundo pessoas a par do assunto. A Apple negocia com o estúdio de animação Cartoon Saloon, que tem sede na Irlanda e já foi indicado ao Oscar, disseram as pessoas, que pediram anonimato por falarem de negociações privadas.

O filme ainda não foi produzido e falta mais de um ano para o lançamento, mas a Apple negocia a compra de direitos de distribuição para os EUA e alguns outros países, disseram as pessoas. Não está claro como a Apple planeja disponibilizar o filme, mas um lançamento nos cinemas, necessário para se qualificar para o Oscar, é possível, disse uma das pessoas. Outros possíveis filmes também estão em estudo, observou a pessoa. A Apple e o Cartoon Saloon não tinham comentários imediatos a fazer na quinta-feira.

O acordo não foi fechado e ainda pode desmoronar, mas as negociações marcam um novo nível de ambição para o plano da Apple de enfrentar Netflix, Google e Amazon.com no crescente mercado de vídeos on-line. A Apple fechou diversos acordos de programas de TV e documentários originais, inclusive um sobre o cantor Ed Sheeran. Mas a empresa não anunciou nenhum filme até agora.

A fabricante do iPhone tem sido uma das maiores vendedoras dos programas e filmes de outras empresas por meio da loja iTunes, por isso tem laços com o negócio de entretenimento, principalmente por meio do executivo Eddy Cue. Sua iniciativa para os vídeos on-line se expandiu para o financiamento de conteúdo original em um momento em que a empresa com sede em Cupertino, Califórnia, tenta duplicar a receita com serviços.

A empresa começou financiando novos programas, como "Carpool Karaoke", para seu serviço de streaming Apple Music. No ano passado, a Apple contratou os veteranos da indústria da televisão Jamie Erlicht e Zack Van Amburg para construir um estúdio interno. Os dois executivos receberam um orçamento de pelo menos US$ 1 bilhão para investir em um ano, disseram à Bloomberg anteriormente pessoas a par dos planos.

A Apple enfrenta uma forte concorrência de estúdios de Hollywood e empresas de streaming digital que investem bilhões de dólares por ano em novos materiais. Mas sua grande reserva de dinheiro e a popularidade de seus aparelhos garantem à empresa reuniões com qualquer nome do entretenimento.

O acordo com o Cartoon Saloon faz parte de um esforço mais ambicioso de produção de vídeos. A Apple não informou como o novo material será distribuído, mas lançou um aplicativo de TV em 2016 que aparece com destaque em iPhones, iPads e no aparelho de streaming Apple TV. A empresa espera lançar a primeira lista de programas originais em 2019, informou a Bloomberg em outubro. A Apple mira um apelo amplo e um filme de animação caberia nesse requisito.

Repórteres da matéria original: Anousha Sakoui em Los Angeles, asakoui@bloomberg.net;Mark Gurman em San Francisco, mgurman1@bloomberg.net;Lucas Shaw em Los Angeles, lshaw31@bloomberg.net