ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Aplicativo traz a experiência dos sommeliers para as massas

Jason Tesauro

21/06/2018 14h34

(Bloomberg) -- Rob Wilder, cofundador da ThinkFoodGroup, anunciou o lançamento do aplicativo WineGame, que transforma qualquer garrafa de vinho em um divertido jogo de degustação às cegas com múltipla escolha. O sócio de Wilder é o chef de cozinha José Andrés, apresentador de televisão e defensor de causas humanitárias. O projeto começou com uma brincadeira entre Wilder e Andrés, que desafiavam um ao outro a dar um gole e descobrir o nome do vinho escondido dentro de um saco de papel.

Degustações às cegas dão credenciais a sommeliers. Não são nada fáceis. Também por causa desse desafio, existem menos de 250 Master Sommeliers (MS) no mundo inteiro. Assim, o aplicativo WineGame também contou com a colaboração de Keith Goldston, que se tornou o 47º MS dos EUA e o mais jovem aprovado em todas as três provas ? teoria, degustação e teste prático ? na primeira tentativa.

O objetivo do WineGame é tornar a degustação às cegas mais acessível, social, educacional e divertida.

Como funciona

Primeiramente, o aplicativo orienta o usuário a inserir vinhos no sistema ? usando a câmera do smartphone para escanear o rótulo ou digitando uma palavra-chave. Sem titubear, o aplicativo encontrou rapidamente os vinhos que eu queria provar ? incluindo o obscuro Old Westminster Albariño (produzido no Estado americano de Maryland), o Nino Negri Sfursat 5 Stelle (preciosidade italiana difícil de encontrar) e o Bota Box Brick Merlot (que vem em uma caixa longa-vida)

Em seguida, o aplicativo pede para identificar a uva. São apresentadas cinco opções e o usuário tem três tentativas. Em seguida, precisa identificar país, região e safra/rótulo. Há também um botão de "dica" para ajudar a reduzir o número de opções. Quanto menos se erra, mais pontos são registrados. A plataforma gera respostas lógicas para cada pergunta, de modo que o jogador aprende mesmo quando acerta a resposta.

No caso de um rosé da Provença, o aplicativo não me propôs escolher entre uma seleção de cinco vinhos aleatórios, mas entre outros rosés provençais que deixariam qualquer profissional do ramo com dúvidas.

Antes da revelação, o WineGame pede que o usuário dê nota ao vinho.

"É um momento importante no jogo porque você decide o quanto gosta do vinho antes de saber qual é e quanto custa", disse Wilder.

Sendo assim, tirando quem comprou a bebida e escaneou o rótulo, os jogadores dão notas ao vinho sem viés de procedência ou preço. "Apostamos que esses dados serão muito interessantes para os restaurantes."

Monetização

O uso doméstico não é cobrado. Os criadores do WineGame pretendem ganhar dinheiro licenciando o software para eventos, testes em restaurantes, entretenimento e etc.

"Imagine uma pessoa que viaja a trabalho, sentada sozinha em um bar e o barman propõe um jogo para ela se divertir.'

Bartholomew Broadbent, que entrou na lista de "50 pessoas mais influentes do mundo do vinho", elaborada pela revista Decanter, concorda. "WineGame é brilhante para novatos e experts. Eu joguei com Master Sommeliers e gente que não sabe nada e todos adoraram."

Mais Economia