PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Von Miller e Diplo se unem a Drake para apostar no matcha

Janine Wolf

17/07/2018 15h03

(Bloomberg) -- O burburinho em torno das bebidas com matcha -- feitas com chá verde em pó do Japão, que é rico em antioxidantes -- se espalhou pelos EUA e até mesmo jogadores de futebol americano da NFL viraram fãs.

"A mania do matcha é real", disse Von Miller, linebacker do Denver Broncos, à Bloomberg News. Isso explica por que ele e o produtor musical Diplo investiram recentemente em uma moderna empresa de matcha com sede em Nova York.

A MatchaBar, que opera três lojas físicas em Manhattan e Los Angeles, divulgou na terça-feira o fechamento de sua terceira rodada de financiamento da Série A, de cerca de US$ 3,5 milhões, liderada pelas celebridades. Somando o investimento anterior do ganhador do Grammy, Drake, em 2017, cujo valor ainda é desconhecido, a empresa arrecadou um total de US$ 8 milhões.

"Fazia sentido investir na MatchaBar por ser uma empresa parecida comigo -- ela agita", disse Miller, acrescentando que ouviu falar nas bebidas pela primeira vez há pouco mais de seis meses. "Eles dialogam com a minha geração e a oportunidade de fazer parceria com eles faz sentido para mim e para a minha equipe."

A maior parte do investimento será direcionada para o negócio de produtos embalados da MatchaBar, diz o cofundador Graham Fortgang. A empresa de bebidas criada há quatro anos pelos irmãos Graham e Max Fortgang em Williamsburg, no Brooklyn, nos EUA, lançou seu mais novo produto -- Hustle, uma bebida energética "natural" feita com matcha em pó (com preço sugerido de US$ 2,99) -- em março.

A empresa também anunciou uma campanha nas redes sociais, "Gift the Hustle" ("Dê um Hustle de presente"), em parceria com a Whole Foods, o Facebook e quatro celebridades -- Diplo, Miller, o ator Ansel Elgort e a cantora Billie Eilish --, para promover a nova bebida. A partir desta terça-feira, 17 de julho, os usuários do Facebook poderão usar o sistema de mensagens da plataforma para enviar aos amigos um cupom que vale para uma lata gratuita de Hustle, e os primeiros 20.000 poderão retirá-la em qualquer unidade da Whole Foods nos EUA.

O mercado de chá matcha deverá crescer a uma taxa anual composta de cerca de 4,6 por cento em todo o mundo nos próximos cinco anos, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado Global Info Research. Nos EUA, a receita da bebida deverá subir do total de US$ 1,39 bilhão em 2017 para US$ 1,82 bilhão em 2023.

Uma porção de 2 gramas de matcha pode conter 80 miligramas de cafeína, um pouco mais do que a quantidade que existe em metade de uma xícara de café e cerca de três vezes a de uma xícara de chá verde normal, de acordo com a MatchaBar. Como os americanos ainda consomem bebidas energéticas, diz Fortgang, havia uma oportunidade de expansão no ramo.

Cada lata de 354 mililitros de Hustle contém 120 miligramas de cafeína, o que representa cerca de 10 miligramas a mais do que há em uma lata comum da bebida energética Red Bull, com 21 gramas menos açúcar e menos da metade das calorias; há também uma versão sem açúcar disponível. Além de matcha de grau cerimonial, são adicionados extratos de lima e limão para dar sabor.