ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Canopy vê muito potencial para maconha medicinal no Canadá

Kristine Owram

05/09/2018 15h58

(Bloomberg) -- O acordo revolucionário da Canopy Growth com a fabricante da cerveja Corona mais do que dobrou o preço das ações da produtora de maconha, mas seu CEO diz que o mercado médico global é a verdadeira razão de sua avaliação astronômica.

"Se conseguirmos descobrir no Canadá como ajudar as pessoas que querem dormir ou como ajudar os idosos a se sentirem melhor e a se movimentarem, se nos tornarmos a primeira empresa a ganhar 1 bilhão de dólares canadenses em receita no setor do cannabis, eu acho que a avaliação não é exagerada", disse Bruce Linton, 52 ,em entrevista do escritório da Bloomberg em Toronto.

A filial de saúde da Canopy recebeu autorização para realizar a Fase 2 dos testes clínicos para avaliar o uso de cannabis medicinal no tratamento da insônia e sua divisão de saúde animal está pesquisando a eficácia do canabidiol, um grupo de compostos químicos da maconha conhecido como CBD, para tratar a ansiedade em animais. A Canopy apresentou 39 pedidos de patentes para tratamentos em humanos e animais, e Linton estima que a participação da Canopy no mercado canino pode render cerca de 9 bilhões de dólares canadenses (US$ 6,8 bilhões) em vendas anuais.

A maconha medicinal é legal no Canadá desde 2001 e um grande número de pessoas a usam para tratar diversas doenças, com aconselhamento médico, há anos. Isso poderia fornecer uma mina de ouro de dados às empresas canadenses que estão fazendo testes clínicos, disse Linton.

"Nós temos talvez 350.000, 400.000 canadenses que estão agora no que vocês chamariam de testes clínicos Fase 4", disse ele.

Diferença

Linton acredita que, ao contrário das empresas de bebidas alcoólicas, a indústria farmacêutica vai esperar mais evidências para fazer grandes investimentos em cannabis, provavelmente daqui a dois ou três anos.

"A grande indústria farmacêutica é grande", disse ele. "Elas podem esperar."

A Canopy, que já é a maior empresa no mercado de maconha, passou na frente de seus concorrentes neste mês quando anunciou que a Constellation Brands investiria 5 milhões de dólares canadenses (US$ 3,8 milhões), aumentando sua participação para 38 por cento e aumentando a possibilidade de criar bebidas com maconha. A Constellation também receberá garantias suficientes de subscrição para se tornar acionista majoritária nos próximos três anos, se optar por exercê-las.

Com o acordo, a Canopy terá 12 vezes mais dinheiro do que qualquer uma de suas concorrentes, de acordo com Matt Bottomley, analista da Cannacord Genuity Group. Também mantém o potencial de criar produtos alcoólicos com maconha. A empresa, que informou 25,9 milhões de dólares canadenses em vendas no último trimestre fiscal, fechou a terça-feira com um valor de mercado de mais de 15 bilhões de dólares canadenses, aproximadamente o mesmo que a Barrick Gold.

Linton tem alguns conselhos para as empresas de bebidas alcoólicas que estão pensando em seguir os passos da Constellation: não dê um passo maior do que a perna.

"Se alguém vier e disser 'Vamos comprar tudo', a minha previsão é de que esse será o primeiro megadesastre no setor do cannabis", disse ele.

Mais Economia