ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Hedge funds estão pagando mais para apostar contra Casino

Lisa Pham

14/09/2018 11h51

(Bloomberg) -- Os hedge funds estão pagando mais por suas apostas pessimistas na Casino Guichard-Perrachon, e as posições vendidas no supermercado francês atingem um recorde em meio à crescente preocupação com seus níveis de endividamento.

As taxas anualizadas de empréstimo para as ações da Casino subiram para mais de 500 pontos-base nesta semana, em comparação com cerca de 35 pontos-base no início de agosto, de acordo com a IHS Markit. A taxa de aluguel de ações, que é um indicativo de venda a descoberto, atingiu recorde de 18,5 por cento das ações em circulação em 12 de setembro, segundo dados compilados pela Markit. Os vendedores a descoberto tomam emprestado ações para vender, com o objetivo de comprá-las de volta a um preço menor.

O aumento do apetite para apostar contra as ações evidencia a crescente pressão sobre a empresa devido a preocupações com os níveis de endividamento da Casino e de sua controladora, a Rallye, e também com o clima operacional difícil para as varejistas francesas. As ações caíram 22 por cento no mês passado, após críticas de analistas da Sanford C. Bernstein e do Credit Suisse, bem como da vendedora a descoberto Muddy Waters. A queda das moedas de mercados emergentes não ajudou, porque a Casino obtém mais de 40 por cento de sua receita na América Latina. As ações subiram 18 por cento até agora em setembro.

Em um e-mail que questionou o momento das posições vendidas, a Casino afirmou que os investidores receiam que "ataques, baseados em informações incorretas, possam derrubar ainda mais as ações". A empresa acrescentou que o supermercado "está concentrado em fornecer seu plano de descarte e em reduzir seu nível de endividamento".

Dívida no alvo

A dívida da Casino também está sendo alvo de apostas negativas. A quantidade de títulos que foram vendidos a descoberto subiu cerca de 130 milhões de euros (US$ 152 milhões) desde o início do mês passado e está atualmente em 364 milhões de euros, mostram dados da Markit. O número se compara com 77 milhões de euros em títulos denominados em euro da Rallye, um aumento de apenas 470.000 euros desde o início de agosto.

Continua sendo mais caro vender ações da Rallye que da Casino, com uma taxa anualizada de empréstimo de mais de 1.000 pontos-base, de acordo com a Markit. A Rallye é a maior acionista da Casino, com uma participação de mais de 50 por cento na empresa até 9 de março, de acordo com o último relatório anual da Casino.

--Com a colaboração de Katie Linsell e Albertina Torsoli.

Mais Economia