ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Empresa de co-working Spaces aposta em expansão na América do Norte

Natalie Wong

19/09/2018 12h34

(Bloomberg) -- A Spaces, unidade de co-working da IWG, está fazendo sua maior expansão na América do Norte, com acordos para alugar grandes espaços de escritório em Toronto e Vancouver.

Em seu maior contrato de leasing no continente, a Spaces vai alugar 11.813 metros quadrados no The Well, o projeto de escritórios da Allied Properties Real Estate Investment Trust e da RioCan Real Estate Investment Trust no coração do distrito de tecnologia de Toronto. Em Vancouver, a empresa com sede em Amsterdã vai alugar 11.184 metros quadrados em um edifício que está sendo desenvolvido pela Allied e pela Westbank. Ambos os locais seriam abertos em 2022.

"No lado canadense, estamos notando uma demanda incrível em termos de espaço de trabalho colaborativo", disse Wayne Berger, CEO da IWG Canada and Latin America, por telefone. "Toronto e Vancouver são duas cidades que não apenas lideram essa demanda no Canadá, mas também estão entre as líderes globais mais rápidas em termos de cidades em matéria de espaço de trabalho colaborativo."

A Spaces, que em um período de 10 anos abriu 137 locais em 94 cidades em todo o mundo, está se expandindo para ajudar a satisfazer o apetite crescente por escritórios flexíveis -- um segmento do setor imobiliário que é dominado por empresas de rápido crescimento como a WeWork. A corretora Cushman & Wakefield estima que "no futuro próximo", o espaço de co-working representará 10 por cento da oferta de escritórios em muitos mercados.

A IWG, que tem sede na Suíça e tentou sem sucesso vender-se nos últimos meses, também é dona da Regus, provedora de escritórios equipados, sua marca tradicional dirigida a inquilinos mais conservadores. A IWG vem investindo fortemente na expansão da Spaces com o objetivo de revitalizar seu portfólio e conquistar um mercado mais jovem e mais moderno. Os ambientes da Spaces têm toques de design mais modernos, como paredes de vidro e paletas de cores quentes, e oferecem benefícios como café de torrefadores locais.

Concorrência saudável

"Nossos concorrentes impulsionaram um grande aumento da exposição de um produto e de uma solução que as pessoas, na maioria das vezes, não conheciam nem mesmo cinco ou dez anos atrás", disse Berger. "A concorrência nos ajudou a melhorar e a oportunidade que existe é muito saudável."

Até o fim deste ano, a Spaces pretende ter 68 locais na América do Norte e 197 no mundo todo. Em 26 de setembro será inaugurado o Spaces Hudson Yards, em Manhattan, como parte de um plano para dobrar sua presença na cidade de Nova York.

A Spaces está crescendo rapidamente no Canadá, onde inaugurou seu primeiro local em novembro do ano passado. Os novos contratos de leasing em Toronto e Vancouver são o quarto e o quinto, respectivamente, a serem anunciados nessas cidades. Em Toronto, a empresa planeja entrar no The Well em 2022. O projeto de Vancouver, 400 West Georgia, será inaugurado no início de 2021.

O crescimento de uma força de trabalho que inclui startups, empreendedores, freelancers e consultores faz com que essas duas cidades sejam ideais para a expansão da Spaces, disse Berger.

"Setores muito inovadores, colaborativos e disruptivos estão crescendo a um ritmo muito acelerado", disse ele. "Ao mesmo tempo, estamos vendo o crescimento do interesse internacional e de empresas corporativas em ir ou em expandir sua presença em Toronto e Vancouver e o interessante é que esses dois grupos centrais querem efetivamente trabalhar juntos."

Mais Economia