ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Homens ainda são maioria em grande evento de petróleo

Sungwoo Park, Sharon Cho e Dan Murtaugh

02/10/2018 11h18

(Bloomberg) -- A presença de palestrantes mulheres em um dos maiores eventos de tradings de petróleo do mundo aumentou bastante neste ano.

Um em cerca de cinco palestrantes da Conferência de Petróleo Ásia-Pacífico (APPEC), que é anual e foi realizada na semana passada em Cingapura, era do sexo feminino, mais do que o dobro da representação do ano passado, segundo a organizadora S&P Global Platts. O número real de mulheres no palco também aumentou no evento, que ostentou mais de 500 especialistas e líderes de tradings, refinarias e bancos.

"Estamos começando a progredir", disse o porta-voz da S&P Global Platts, Arnaud Humblot. "Definitivamente há um impulso positivo, mas ainda há muito espaço para melhorar."

Embora a diversidade de gêneros entre os palestrantes tenha melhorado significativamente neste ano, a situação ainda reflete a baixa representação feminina no setor de petróleo e gás em geral. As mulheres representam apenas 22 por cento da força de trabalho global do setor de petróleo e gás, fatia significativamente menor do que a de qualquer outro setor, segundo a Boston Consulting Group. Na Ásia, nenhuma das 30 principais empresas de energia asiáticas do MSCI Asia Pacific Energy Index é liderada por uma mulher, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Janet Kong, chefe do negócio de trading da BP na Ásia e uma das palestrantes da APPEC, destacou a importância do apoio e da conscientização de é preciso que haja mais flexibilidade para as mulheres, "não necessariamente na carga de trabalho, mas na forma como fazemos os trabalhos".

"Agora se vê um pouco mais", disse, em entrevista. "Está acontecendo."

--Com a colaboração de Serene Cheong, Alfred Cang, Heesu Lee e Aibing Guo.

Repórteres da matéria original: Sungwoo Park em Cingapura, spark47@bloomberg.net;Sharon Cho em Cingapura, ccho28@bloomberg.net;Dan Murtaugh em Cingapura, dmurtaugh@bloomberg.net

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia