PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Canadá registra forte procura por áreas para cultivo de maconha

Natalie Wong

18/10/2018 10h20

(Bloomberg) -- Começou a corrida pela maconha no Canadá e também a disputa para encontrar lugar para cultivá-la.   A legalização da maconha recreativa, na quarta-feira, já contribuiu para um aumento de seis vezes nas instalações de cultivo de maconha, para 808.256 metros quadrados, no período de um ano até setembro, segundo dados da Altus Group -- espaço com tamanho similar ao da sede da Amazon em Seattle, nos EUA. As empresas de capital aberto têm mais 594.500 metros quadrados em processo de análise, sem incluir varejo.  "Houve um crescimento astronômico", disse Raymond Wong, vice-presidente de operações com dados da Altus, que tem sede em Toronto, por telefone. "Entre as empresas de capital aberto há muito mais investimentos nessas áreas de crescimento projetado e capital disponível e elas estão comprando e expandindo suas instalações atuais."

A demanda por instalações para produção de maconha, incluindo estufas, áreas de cultivo interno e armazéns, pressionará ainda mais a oferta já restrita de imóveis industriais do país. As províncias de Colúmbia Britânica e Ontário, juntas, ocupam mais da metade do espaço de operações de cultivo existente, afirmou a Altus.  Wong disse que os planos de expansão provavelmente são conservadores porque excluem o crescimento previsto das empresas privadas. "Há todo um mercado lá fora que projeta mais crescimento nesta área", disse. "Não vemos desaceleração."

--Com a colaboração de Joshua Wingrove.