ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Fundador do MercadoLibre vê bilhões em startups latinas

Ezra Fieser

30/10/2018 14h45

(Bloomberg) -- Hernán Kazah foi um dos fundadores do MercadoLibre, empresa de e-commerce avaliada em US$ 12,7 bilhões que opera como Mercado Livre no Brasil. Desde que passou a investir em startups, em 2011, ele fica de olho em outras companhias iniciantes da América Latina com chance de alcançarem bilhões de dólares em valor de mercado.

Sete anos depois, ele formou um grupo com os prospectos mais promissores.

As plataformas de empréstimos online Konfio e Creditas, a corretora imobiliária QuintoAndar, a companhia global de academias esportivas Gympass e a empresa brasileira de logística Loggi são as favoritas entre 55 investimentos realizados pela companhia de Kazah. Até agora, somente um dos empreendimentos da carteira da Kaszek Ventures, o banco brasileiro Nubank, chegou a US$ 1 bilhão ? valor que coloca uma empresa na categoria de unicórnio.

"Espero que sejam a próxima geração de grandes empresas da região", afirmou Kazah em entrevista realizada em Medellín, na Colômbia. "Demorou mais para decolar do que algumas pessoas pensavam. Mas está acontecendo."

Foram poucas as startups de tecnologia da América Latina que alcançaram tamanho sucesso. A região gerou somente três dos 260 unicórnios espalhados pelo mundo e acompanhados pela firma de pesquisas CB Insights. Outras chegaram a US$ 1 bilhão e abriram o capital ou foram compradas. Kazah acredita que isso acontece porque, excluindo o Brasil, os outros países da região não oferecem escala, porque os investidores internacionais não se mostraram interessados em financiar esses negócios e porque, até há pouco, a penetração da internet em banda larga era baixa.

Tudo isso está mudando, segundo ele. A América Latina recebeu uma quantia recorde de US$ 1,14 bilhão em venture capital em 2017 ? oito vezes mais do que em 2011, quando Kazah abriu seu fundo. Os dados são da Associação Latino-Americana de Private Equity e Venture Capital. A maior parte do dinheiro foi para o Brasil.

A Kaszek Ventures, hoje uma das maiores firmas de venture capital da América Latina, gastou aproximadamente dois terços dos US$ 430 milhões que levantou, inclusive no Nubank. Recentemente, o banco recebeu uma injeção de capital da gigante chinesa de internet Tencent Holdings, o que levou o valor de mercado da instituição a passar de US$ 4 bilhões, disse Kazah.

Ele fazia mestrado na Universidade de Stanford no final da década de 1990, em plena era das ponto-com, quando conheceu outro argentino, Marcos Galperín. Juntos eles trabalharam para criar o MercadoLibre, considerada a eBay ou Amazon da América Latina. A empresa abriu o capital nos EUA em 2007 e é componente do índice Nasdaq 100.

"Depois que iniciamos o fundo, em 2011, e decidimos encontrar o próximo MercadoLibre, foram poucas empresas por algum tempo", ele lembra. "Mas claramente o ecossistema evoluiu ao ponto em que começamos a criar grandes empresas."

Mais Economia