ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Varejista japonesa abandona traje usado para medir o corpo

Yuji Nakamura

31/10/2018 12h51

(Bloomberg) -- A empresa japonesa de vestuário Zozo, que opera no varejo on-line, está abandonando o Zozosuit, um traje para medir o corpo, afirmando que agora conta com dados suficientes para produzir roupas de tamanho personalizado para os clientes sem criar modelos 3D.

O traje feito com tecido spandex de bolinhas será descontinuado em março, disse o CEO Yusaku Maezawa em anúncio surpresa, em Tóquio, nesta quarta-feira, após os resultados trimestrais da empresa. A Zozo enviará 3 milhões de Zozosuits antes de encerrar a iniciativa, contra uma projeção anterior de 6 milhões a 10 milhões de unidades. Isso resultará em uma economia de custo de cerca de 3 bilhões de ienes (US$ 26,5 milhões) no ano fiscal que termina em março, disse.

"Estamos em um estágio no qual, sabendo apenas altura e peso, podemos estimar as roupas ideais para os clientes", explicou Maezawa. "Os clientes não precisarão mais de um Zozosuit."

De agora em diante, os consumidores poderão inserir altura, peso e outros detalhes básicos que, combinados com um banco de dados de tamanhos corporais, perfis de usuários e preferências de produtos, permitirão que a Zozo forneça roupas de tamanho personalizado que serão vendidas sob a marca de vestuário privada da empresa. "Temos dados suficientes", disse. "O aprendizado de máquina é uma ferramenta incrivelmente potente."

O Zozosuit virou um fenômeno no Japão, onde as redes sociais estão cheias de fotos de pessoas experimentando o traje. A empresa disse que recebeu 15,4 bilhões de ienes em pedidos de roupas de usuários do Zozosuit desde o início da distribuição, há alguns meses. A empresa atendeu apenas um terço deles devido a gargalos de produção e problemas de qualidade. Estes serão corrigidos até o fim do ano, disse Maezawa.

Mais Economia