PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Energias eólica e solar baratas relegam outras fontes limpas

Christopher Martin

16/11/2018 15h47

(Bloomberg) -- As energias eólica e solar ficaram tão baratas que as outras fontes de energia renovável foram relegadas aos laboratórios de ciências e à lata de lixo da história.

Com a disseminação das turbinas eólicas e dos parques solares pelo mundo, os investimentos em outras tecnologias produtoras de energia -- a partir de ondas, bolsões de vapor geotérmico, rios, biomassa e mais -- despencaram. Nem mesmo aqueles espelhos reluzentes no deserto que miram a luz do sol em geradores térmicos são capazes de competir em preço com os painéis fotovoltaicos, e provavelmente nunca competirão.

Quando a indústria moderna de energia verde começava a decolar, os investidores injetavam recursos em todo tipo de ideia. As apostas nas energias eólica e solar compensaram, mas as demais fracassaram. As turbinas e os painéis receberam cerca de metade dos investimentos em energias renováveis em 2004, segundo a Bloomberg NEF. Neste ano, as duas tecnologias absorverão 93 por cento dos investimentos globais.

"A realidade é que a energia eólica e a energia solar ganharam escala primeiro", disse Gabriel Alonso, executivo da Quantum Energy Partners, uma empresa de private equity com sede em Houston. "Outras energias renováveis foram encurraladas pelo sucesso agora permanente das energias eólica e solar."

As energias eólica e solar se transformaram nas maiores fontes de energia nova dos EUA e de partes da Europa. Esse crescimento está acelerando a aposentadoria de antigas usinas de carvão, que expelem carbono. O investimento global deverá cair neste ano, em parte devido a um recuo da China, mas também pela queda dos preços.

"Com energias solar e eólica tão baratas, por que se importar com outra coisa?", disse Jenny Chase, analista da BNEF. "Não há muitas oportunidades de implantação massiva de nada mais."

O fenômeno está criando também novos desafios, porque os painéis e turbinas não são capazes de gerar eletricidade o tempo todo. Há formas concorrentes de energia limpa que podem preencher a lacuna. Os sistemas de energia marinha produzem eletricidade a partir do movimento interminável das ondas e das marés, mas não são competitivos em termos de preço. Os sistemas geotérmicos usam bolsas de vapor subterrâneas que podem ser exploradas a qualquer momento, mas que são encontradas apenas em locais específicos. As baterias podem armazenar eletricidade para o momento em que for necessária, mas ainda são caras, embora os preços estejam caindo rapidamente.

"As energias solar e eólica podem te levar por 80 por cento, mas não por todo o caminho", disse Chase. "Para descarbonizar completamente, é preciso olhar para outro lugar. É preciso começar a estudar coisas que não são baratas."