PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

No mercado de sangue, espanhola e chinesa falam de US$ 5 bi

Rodrigo Orihuela

22/11/2018 12h58

(Bloomberg) -- A fornecedora espanhola de proteína de plasma Grifols negocia investir na Shanghai RAAS Blood Products, trocando uma subsidiária avaliada em US$ 5 bilhões por ações da companhia chinesa.

Sediada em Barcelona, a Grifols é a maior produtora mundial de imunoglobulina. A ideia é integrar sua subsidiária americana Grifols Diagnostic Solutions à Shanghai RAAS em troca de novas ações da companhia chinesa. As conversas ainda são preliminares, mas, sob a estrutura em discussão, a Grifols assumiria o controle da Shanghai RAAS, segundo comunicado enviado por email pela empresa espanhola.

Seria a segunda grande investida da Grifols na China este ano. Em maio, foi assinado um contrato com a Boya Bio-Pharmaceutical Group (conhecida como Jiangxi Boya) para construção e operação de centros de coleta de plasma. Com outra aposta na China, esta empresa familiar aumenta sua diversificação, uma vez que 67 por cento da receita no ano passado foi gerada nos EUA.

A Grifols não informou o tamanho da participação, o preço ou número de ações que serão emitidas. A possível transação foi revelada por um documento regulatório e um comunicado separado, divulgado na quarta-feira.

A Shanghai RAAS tem 41 centros de coleta de plasma. A Grifols tinha 250 centros nos EUA e Europa até o encerramento do terceiro trimestre.

Ao usar a Grifols Diagnostics como pagamento, a companhia espanhola evitaria contrair mais dívida. Sua alavancagem disparou no início de 2017, com a aquisição da divisão de testes hematológicos da Hologic, e permanece elevada.

As negociações com ações da Shanghai RAAS foram suspensas na quarta-feira. A empresa teve receita de 1,9 bilhão de yuan (US$ 270 milhões) no ano passado. Para a Grifols, a receita chegou a 4,3 bilhões de euros (US$ 4,9 bilhões). Os dados foram compilados pela Bloomberg. As ações da Grifols chegaram a subir 1,9 por cento em Madri na quinta-feira.