IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

New York Times aposta que mais pessoas querem notícias por áudio

Gerry Smith

2019-01-14T13:11:37

14/01/2019 13h11

(Bloomberg) -- O New York Times está se expandindo ainda mais no formato áudio com cinco novas ofertas para alto-falantes da Amazon, incluindo uma versão mais curta de seu famoso podcast "The Daily".

Desde a última sexta-feira, o "The Daily" passou a produzir um resumo de notícias nos dias de semana para o Amazon Echo, um alto-falante ativado por voz com uma assistente integrada chamada Alexa. O resumo de notícias gratuito é patrocinado pela fabricante de veículos Audi e é lido pelo apresentador Michael Barbaro.

O jornal de 167 anos quer depender menos do formato impresso e busca novas formas de distribuição digital. Os novos programas também permitem que a empresa capitalize as vendas crescentes de alto-falantes inteligentes -- aparelhos como Google Home e Apple HomePod. Na semana retrasada, a Amazon informou que vendeu mais de 100 milhões de produtos com a assistente Alexa embutida.

O podcast "The Daily" faz um mergulho profundo em um tópico noticioso específico e geralmente dura cerca de 20 minutos. O novo resumo de notícias, em contrapartida, será de apenas três minutos. Os proprietários dos alto-falantes da Amazon podem iniciá-lo dizendo "Alexa, enable the New York Times briefing" ("Alexa, habilite o briefing do New York Times").

"A ideia é que seja um breve resumo das notícias que é preciso saber a cada manhã", disse o editor de voz do Times, Dan Sanchez, em entrevista.

Lembrete no jornal

Uma desvantagem é que é difícil descobrir novos recursos sem uma tela. Para compensar, a edição impressa do New York Times de domingo incluirá lembretes para que os leitores que têm alto-falantes da Amazon ouçam mais a respeito de música pop, livros e viagens. O Times planeja também lançar um questionário interativo de notícias todas as sextas-feiras com perguntas de múltipla escolha.

O segmento de áudio sob demanda está evoluindo com podcasts de diferentes durações que se encaixam no dia a dia -- no tempo que leva para chegar ao trabalho ou escovar os dentes. Enquanto algumas pessoas usam alto-falantes inteligentes para receber rapidamente informações sobre o clima ou notícias, outras querem ouvir músicas ou podcasts de uma hora. Algumas também os usam para responder a questionários e jogos de conhecimento geral interativos.

O Times está indo mais fundo em um cenário disputado. Várias grandes empresas de mídia, como a CNN, da AT&T, a Associated Press e o Washington Post, produzem resumos rápidos para a Alexa. Mas o "The Daily" provou ser um ativo valioso para o Times. O podcast gerou mais de US$ 10 milhões em receitas de publicidade no ano passado, segundo uma pessoa familiarizada com o assunto.

'Habilidade' da Audi

O Times e a Audi, que pertence à gigante automotiva alemã Volkswagen, preferiram não divulgar as condições da parceria publicitária, que funcionará durante a maior parte de fevereiro.

Pela primeira vez, a Audi também desenvolveu sua própria "habilidade" para alto-falantes da Amazon em colaboração com a T Brand Studio, do Times, que produz conteúdo para anunciantes. A Alexa responderá perguntas a respeito dos novos veículos elétricos da Audi.

A fabricante considera que a interatividade por voz é um novo modo de chegar aos consumidores por meio da publicidade.

"Estamos interessados em saber aonde isso nos levará", disse Loren Angelo, vice-presidente de marketing da Audi nos EUA.

Mais Economia