IPCA
0.75 Mar.2019
Topo

Ativa aposta em reality show entre traders com bolsa em alta

Vinícius Andrade e Julia Leite

2019-01-16T18:34:43

16/01/2019 18h34

A Ativa Investimentos está testando uma nova tática para despertar o interesse por ações entre os brasileiros, notoriamente avessos à bolsa, criando um reality show em um país obcecado pelo gênero.

A corretora recrutou competidores para o "Money Master" e planeja transmitir o programa em seu website em fevereiro ao longo de uma semana. A ideia é bastante simples: seis equipes de traders têm R$ 50.000 (US$ 14.000) cada para investir em ações e as que tiverem pior desempenho a cada dia serão eliminadas da competição antes da final entre dois times, na sexta-feira, 8 de fevereiro. O vencedor ganhará uma viagem para Nova York; o vice-campeão, uma "cadeira do trader".

Mais de 150 pessoas se candidataram nos dois primeiros dias de inscrições, segundo Rebeca Nevares, a sócia da corretora que teve a ideia e que participou de um programa semelhante em 2008 (no qual ficou em segundo lugar). O programa pode ter impulso extra com a alta recorde do Ibovespa neste ano e Nevares espera que ele ajude a tornar os brasileiros mais abertos à ideia de negociar ações e, idealmente, de abrir uma conta na Ativa.

"A expectativa é levar essa realidade para as pessoas que querem aprender sobre o mercado de ações, levar a emoção do mercado", disse. "Não adianta falar só de teoria, a gente está falando de comportamento: a pessoa está ali, vivenciando, sabendo que qualquer notícia pode movimentar."

O Brasil é terreno fértil para reality shows. O "Big Brother" é transmitido há quase 20 temporadas e muitos programas do tipo com celebridades -- e com celebridades em uma fazenda -- preenchem o cenário da televisão e dominam as redes sociais quando estão no ar. Os programas "The Voice", "Survivor", "Real Housewives", "Masterchef", "Dancing With the Stars" ("Dança dos Famosos") e "The Apprentice" ("O Aprendiz") foram recriados em versões locais.

O mercado de ações, por outro lado, não tem feito muito sucesso entre os pequenos investidores. O Ibovespa vem batendo recordes devido ao otimismo em relação ao plano do (espaço) novo governo para revitalizar a economia, mas apenas 800.000 indivíduos detêm ações diretamente em um país de mais de 200 milhões de habitantes, muito abaixo da meta de 5 milhões de pequenos investidores que a bolsa de valores mantinha há alguns anos.

Repórteres da matéria original: Vinícius Andrade em Sao Paulo, vandrade3@bloomberg.net;Julia Leite em São Paulo, jleite3@bloomberg.net

Mais Economia