PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Sanções dos EUA à Venezuela podem beneficiar betume na China

Bloomberg News

28/01/2019 15h00

(Bloomberg) -- As potenciais sanções dos EUA à Venezuela podem acabar reduzindo custos para os produtores chineses de betume, que são elo vital na cadeia de infraestrutura do país asiático.

Isso porque a variedade Merey -- que representou 80 por cento do petróleo exportado pela Venezuela para a China no ano passado, segundo dados da Bloomberg -- se presta especialmente à produção de betume. Se as refinarias da Costa do Golfo dos EUA forem proibidas de adquirir petróleo venezuelano, será preciso encontrar outro destino para cerca de 400.000 barris diários do produto.

O redirecionamento pode significar petróleo mais barato para processadoras chinesas, que transformam a variedade sulfurosa e de baixa qualidade no resíduo negro usado para pavimentar estradas e pistas de pouso e impermeabilizar tetos de edifícios. A China ? terceira maior importadora de petróleo venezuelano em 2018, depois de EUA e Índia ? comprou petróleo espesso do Canadá no ano passado, para lidar com a diminuição da oferta do país latino-americano.

"Se os EUA forem adiante com sanções unilaterais sobre o petróleo da Venezuela, definitivamente será uma bonança para refinarias chinesas que querem produzir betume", disse Li Haining, analista da consultoria SCI99, na província de Shandong. "O governo venezuelano iria vender o máximo que puder para se manter em meio à turbulência econômica."

Refinarias chinesas empenhadas em produzir derivados de maior qualidade, como gasolina, dificilmente se beneficiarão do aumento da oferta da Venezuela porque o petróleo que resulta em grandes volumes de resíduo denso e sulfuroso não é matéria-prima adequada para produtos menos viscosos e mais limpos.

O preço do betume disparou neste mês, com o agravamento da crise na Venezuela. O contrato para entrega em junho alcançou na segunda-feira a maior cotação em dois meses na Bolsa de Futuros de Xangai, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. O contrato estava em backwardation, que é uma posição que sinaliza escassez de oferta, após se mostrar em posição levemente oposta (contango) em dezembro.

To contact Bloomberg News staff for this story: Sarah Chen em Beijing, schen514@bloomberg.net;Serene Cheong em Cingapura, scheong20@bloomberg.net