PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Startups de tecnologia têxtil colocam Israel no mapa da moda

Gwen Ackerman

29/01/2019 14h35

(Bloomberg) -- Israel, um país frequentemente assolado pela seca, é o lar de um grupo de startups que ajudam a indústria têxtil a manter produtos químicos fora do sistema de abastecimento de água.

A Browzwear, que tem sede em Cingapura e um centro de pesquisa e desenvolvimento em Ra'anana, Israel, produz um software 3D para reduzir o tempo de projeto e conta com clientes como Adidas, Nike e Columbia Sportswear. Menos tempo gasto testando roupas significa que os clientes "não lavam nada, não jogam nada fora e evitam o desperdício de água", disse Lena Lim, presidente comercial da Browzwear.

Esse tipo de conservação é importante para uma indústria que responde por cerca de 8 por cento das emissões mundiais de gases do efeito estufa, segundo a Quantis, uma consultoria de sustentabilidade empresarial. O setor também é responsável por 20 por cento da poluição industrial da água, afirmou o World Resources Institute.

"Há uma reação do consumidor sobre o quanto a indústria está poluindo", e as empresas estão reagindo, disse Lim. A Patagonia, uma fabricante de roupas esportivas que defende o meio ambiente, doa 1 por cento de suas vendas para organizações ambientais. A fabricante de roupas informais Uniqlo iniciou uma iniciativa de reciclagem em 2006.

Os impactos ambientais e sociais da venda de roupas baratas estão sendo investigados, e a estilista Stella McCartney pediu que empresários e políticos ajudem o setor a reduzir seu impacto ambiental.

"Está claro que a indústria têxtil se tornará digital", disse Benny Landa, fundador da Indigo, uma das primeiras empresas de impressão digital do mundo, que foi comprada pela HP por US$ 882 milhões em 2001. "A indústria têxtil é um dos maiores poluidores na China, por isso há muitas razões para que esse setor se torne digital."

Landa é um investidor da Twine, com sede em Petah Tikva, Israel, que produz um sistema de tingimento de fios que usa tecnologia de impressão digital e dispensa as grandes cubas de cor usadas em fábricas na China ou na Índia. O estilista seleciona a cor que deseja em um catálogo virtual, e um carretel de linha branca passa por um sistema semelhante a uma impressora e sai na tonalidade solicitada.

A empresa, que não usa água no processo, acabou de fechar uma rodada de financiamento que incluiu a HP Tech Ventures e a fabricante de linhas Coats Group, que tem sede no Reino Unido.

Israel tem um histórico com empresas de impressão. A Kornit Digital, fabricante de impressoras jato de tinta digital para a indústria têxtil, abriu o capital nos EUA em 2015. A Scitex Digital Printing, fabricante de impressoras jato de tinta de alta velocidade, foi vendida para a Eastman Kodak por US$ 250 milhões em 2003.

Os investidores continuam interessados em aproveitar a nova onda de impressoras digitais, inclusive aquelas que podem ser usadas na indústria têxtil. A empresa de pesquisa Smithers Pira projeta que o mercado de impressoras digitais crescerá de US$ 1,88 bilhão no ano passado para US$ 3,75 bilhões em 2023.

"Aglomerações de empresas de tecnologia sempre crescem juntas", disse Landa. "Uma aglomeração de excelência surgiu da Indigo e da Scitex - a maior parte do setor começou com essas duas empresas."

A startup Velox Digital no ano passado tornou-se o primeiro investimento em Israel feito pela empresa alemã de produtos químicos Evonik Industries. A startup de impressão digital Highcon Systems, que se concentra na impressão de embalagens personalizadas, reduzindo os resíduos e os custos de entrega, recentemente levantou US$ 20 milhões de investidores regionais.

Amir Mizroch, diretor de comunicações da Start-Up Nation Central, uma organização sem fins lucrativos que promove a indústria de tecnologia de Israel, disse que não espera que gigantescas empresas de moda ou tecnologia de varejo evoluam localmente. Em vez disso, a tecnologia israelense continuará atraindo investimentos de empresas como Asos, Walmart e Amazon, incentivando esses gigantes a criar centros de desenvolvimento em Israel, disse ele.