PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Europa tem surto de sarampo 15 vezes pior que há dois anos

Wei Lu e Alex Tanzi

08/02/2019 12h54

(Bloomberg) — Em 2018, houve um surto de sarampo recorde na Europa e em áreas vizinhas porque a distribuição de vacinas foi "desigual", informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na quinta-feira. O vírus matou 72 crianças e adultos no ano passado e o total de 82.596 casos foi três vezes maior do que em 2017 e representou um aumento de 15 vezes em relação à mínima recorde de 2016.

Mais de 90 por cento dos casos de sarampo se concentraram em uma dezena de países, sendo que a Ucrânia registrou o maior surto, segundo dados da OMS.

"O quadro de 2018 deixa claro que o ritmo atual de progresso no aumento das taxas de imunização será insuficiente para deter a circulação do sarampo", disse Zsuzsanna Jakab, diretora regional da OMS para a Europa. "Embora os dados indiquem uma cobertura de imunização excepcionalmente alta em nível regional, eles também refletem um número recorde de afetados e mortos pela doença. Isso significa que as lacunas em nível local ainda deixam uma porta aberta para o vírus."

Repórteres da matéria original: Wei Lu em Nova York, wlu30@bloomberg.net;Alex Tanzi em Washington, atanzi@bloomberg.net