PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Robô que sobe escadas chega às ruas em teste do FedEx

Thomas Black

28/02/2019 17h34

(Bloomberg) -- Pode chamá-lo de R2-D2 sem a atitude.

A FedEx prevê um futuro não muito distante no qual dependerá de robôs estilo Star Wars para realizar mais entregas, como retratado em um vídeo da empresa. Imagine um robô em forma de caixa capaz de rodar da farmácia do bairro até uma residência próxima para entregar os medicamentos receitados.

O serviço de correio está pronto para começar os testes com um robô de entregas de 1,3 metro de altura em Memphis, Tennessee, nos EUA, e outras duas cidades já no próximo verão (Hemisfério Norte). O robô movido a bateria avança a 16 quilômetros por hora, tem uma autonomia de cerca de 13 quilômetros e pode lidar com ruas, calçadas, meios-fios e buracos, desviar dos pedestres e até subir as escadas até a porta da frente de uma casa.

Embora as entregas aéreas com drones -- e todos os obstáculos tecnológicos e regulatórios que envolvem -- estejam recebendo a maior parte da atenção na atualidade, o FedEx acredita que tem uma opção pronta para uso para as entregas terrestres no mesmo dia. Seis grandes empresas de varejo, incluindo Walmart, Target, Walgreens Boots Alliance e Lowe's, assinaram contrato para testar a máquina de seis rodas, disse Brie Carere, chefe de marketing do FedEx.

"No momento, ninguém no mercado faz isso de forma efetiva", disse Carere. "Este dispositivo é muito mais econômico do que enviar uma picape ou até mesmo um carro grande. Além disso, é mais seguro e mais ecológico."

Congestionamento

As demandas dos clientes que compram pela internet estão pressionando as empresas de varejo a competir por entregas mais rápidas, o que está elevando os custos para contratação de motoristas e para compra e manutenção de veículos, ao mesmo tempo criando mais trânsito pelas concorridas ruas das cidades. Os custos e o congestionamento só crescerão porque as compras pela internet, que representam cerca de 14 por cento do total de vendas do varejo, continuarão aumentando.

Os robôs são uma solução. Em janeiro, a Amazon anunciou o teste de um robô de entrega que lembra um cooler sobre rodas que rola pelas calçadas e pode se ajustar a obstáculos como pessoas e animais de estimação.

Startups como a Kiwi e a Starship Technologies estão usando dispositivos semelhantes para realizar entregas em campi universitários. A Savioke desenvolveu um robô para entregar itens em quartos de hotel. Um hotel Sheraton de Los Angeles está enviando a bagagem dos hóspedes para os quartos usando robôs fabricados pela Aethon.

A FedEx desenvolveu seu robô móvel com a ajuda da Deka Research & Development, o grupo fundado pelo inventor Dean Kamen que produziu o diciclo Segway. A plataforma do dispositivo é o iBot, da Deka, uma cadeira de rodas motorizada capaz de subir escadas que tem mais de 16 milhões de quilômetros de operação pelos usuários.